App testada em Castelo Branco indica qual o lugar de estacionamento vazio

Quanto tempo passa, por dia ou semana, a tentar estacionar o seu carro em parques, depois de percorrer metros e metros de lugares ocupados? O projeto português Carcode quer facilitar este processo com a app City Parking, que será lançada oficialmente até ao final do ano e ajudará a procurar estacionamento de automóveis.

“Está a ver o botão dos quatro piscas? Nós queremos criar um botão ao lado do botão dos quatro piscas. Um botão que poderá vir a ter um P”, explicou Hélio Silva, responsável pelo projeto Carcode, na apresentação da City Parking no workshop Redes de Veículos nas Cidades do Futuro, em Castelo Branco.

Segundo o Menos Um Carro, que cita a Exame Informática, o projeto Carcorde integra um consórcio de empresas e instituições de investigação. “Desde que seja um espaço de estacionamento gerido eletronicamente, [ele] pode surgir nesta app”, acrescenta o responsável, revelando que a aplicação tem como fonte de informação os repositórios de dados de gestão dos parques de estacionamento.

Por enquanto, a app encontra-se em fase de protótipo – e apenas funciona com quatro parques subterrâneos de Castelo Branco, que aderiram a esta iniciativa que conta igualmente com o apoio do município local. Hélio Silva diz que, em breve, vão ser feitos os primeiros contactos com empresas e municípios que gerem espaços de estacionamento, a fim de criar uma lista de âmbito nacional, que poderá, a qualquer momento, indicar o local mais próximo para parar o carro.

“Esta é uma app especializada nos estacionamentos”, frisa Hélio Silva. A entrada no mercado deverá ser feita através dos telemóveis, mas o consórcio que desenvolveu a City Parking não perde de vista a possibilidade de entrar nos cada vez mais evoluídos sistemas de informação e entretenimento dos automóveis.

No consórcio que desenvolveu a City Parking nos últimos dois anos, figuram a AirBus, Altran, Alcatel-Lucent, PT, Mecalbi, Comissão Europeia, Politécnico de Castelo Branco, entre outras entidades. O preço da nova aplicação que foi apresentada durante o evento Redes de Veículos nas Cidades do Futuro Castelo Branco, ainda não está definido.



Conteúdo Recomendado