Seminário “Agricultura familiar, agricultura biológica e desenvolvimento rural” realiza-se na Guarda

O Seminário terá lugar no Auditório do Paço da Cultura no dia 18 de janeiro.

No âmbito do Projeto “Pontes entre a agricultura familiar e a agricultura biológica” promovido pela Escola Superior Agrária de Viseu e a Universidade do Porto, irá realizar-se no próximo dia 18 de janeiro na Guarda, o Ciclo de Seminários intitulado “Agricultura familiar, agricultura biológica e desenvolvimento rural”.

Esta iniciativa desenvolve-se no âmbito do projeto “Pontes entre agricultura familiar e agricultura biológica”, de Cristina Amaro da Costa, apoiado pelo CEI – Investigação, Inovação & Território [CEI – II&T].

Segundo a organização, o seminário visa divulgar os resultados desta investigação que aposta na definição dum “modelo de intervenção, a nível técnico e social, que permita estabelecer pontes entre a agricultura familiar e a agricultura biológica, com vista à adoção deste modo de produção”.

Este evento tem como objetivos reunir especialistas de diferentes áreas e setores, promovendo a participação de investigadores, técnicos e agricultores sobre temáticas relacionadas com a agricultura familiar, debater a importância e papel societal, bem como discutir a proximidade à agricultura biológica e o seu enquadramento em termos de desenvolvimento rural, acrescenta a mesma fonte.

Em cada um dos seminários, para além da apresentação dos resultados decorrentes da investigação levada a cabo no âmbito do projeto “Pontes entre agricultura familiar e agricultura biológica” (PROJ/CIDETS/CGD/0006), irão intervir diferentes oradores com importantes contributos para as temáticas em discussão.

No dia 24, o Seminário realiza-se na cidade de Viseu, na Escola Superior Agrária de Viseu e, no dia seguinte, a iniciativa decorrerá no Porto, no Campus Agrário de Vairão.

A participação é gratuita, no entanto carece de inscrição, que pode ser realizada AQUI.

Para mais informações, consultar a página oficial do evento

 

 

PROGRAMA

9h30 – Sessão de abertura

 

9h45 – Painel 1. Agricultura familiar e agricultura biológica: conceitos, práticas, experiências e dinamização dos agricultores

Pedro Santos (Confederação Nacional da Agricultura – CNA)

Jaime Ferreira (Presidente da AGROBIO)

Cristina A. Costa (Escola Superior Agrária de Viseu- ESAV)

Helena Esteves (Escola Superior Agrária de Viseu – ESAV)

Telmo Costa (Escola Superior Agrária de Viseu – ESAV)

 

 11h30 – Painel 2. Agricultura familiar: do direito à alimentação até ao consumo

Aníbal Cabral (Associação Distrital dos Agricultores de Castelo Branco – ADACB)

António Machado (Associação Distrital dos Agricultores da Guarda)

Laura Rodrigues (Câmara Municipal de Torres Vedras – CMTV)

Maria Helena Marques (ISCTE- Instituto Universitário de Lisboa)

Cláudia Chaves (Escola Superior de Saúde Viseu – ESSV)

Maria do Carmo Bica (Rede Rural Nacional – RRN)

 

14h30 – Painel 3. Agricultura familiar e desenvolvimento rural: economia, sociologia e ambiente

María Isabel Martín Jiménez (Universidade de Salamanca)

Paulo Poço (Acriguarda – Associação de Criadores de Ruminantes do Concelho da Guarda)

Valentín Cabero Diéguez (Universidade de Salamanca)

Fernando Delgado (Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro)

Emiliano Tapia (Presidente de Asdecoba -Asociación de Desarrollo Comunitario de Buenos Aires)

António Mexia (Instituto Superior de Agronomia – ISA)

 

16h30 – Painel 4. World café: Construir o futuro da agricultura familiar e da agricultura biológica. Problemas e soluções em grupo. Propostas de recomendações – Cristina Parente (Universidade do Porto –UP)

 

17 h – Apresentação de conclusões e encerramento




Conteúdo Recomendado