Segurança Social abre mais de 20 postos de apoio social de emergência

A Segurança Social abriu mais de 20 postos de apoio social de emergência em diversas localidades para prestar apoio às populações afetadas pelos incêndios.

Os incêndios que deflagraram este fim de semana em território nacional tiraram a vida a mais de uma dezena de pessoas, provocaram 25 feridos e inúmeras famílias ficaram desalojadas.

Dadas as circunstâncias, a Segurança Social informa, em comunicado enviado às redações, que dispõe de apoio social direto de emergência, em articulação com as Câmaras Municipais, às populações afetadas pelos incêndios.

Em Viseu, o apoio é prestado no Quartel do Regimento de Infantaria; em Vouzela as populações devem deslocar-se à Escola Preparatória; na Freguesia de Cambra o apoio é prestado no Pavilhão Municipal de Vouzela; em Oliveira de Frades é o Pavilhão Gimnodesportivo que está preparado para dar apoio; em Nelas é na Igreja Senhorim e o Pavilhão Municipal que acolhem os serviços de emergência; em Santa Comba Dão as populações devem dirigir-se ao Centro Saúde e Centro Cultural.

Já em Tondela os afetados podem deslocar-se ao Pavilhão Gimnodesportivo; em Mangualde ao Pavilhão Municipal; em Seia há dois pavilhões gimnodesportivos; em Gouveia o apoio é prestado no Pavilhão Gimnodesportivo de Gouveia e no Seminário de Gouveia.

Em Vila Nova de Poiares, quem necessitar deve deslocar-se à Irmandade Nossa Senhora das Necessidades, em Lousã ao Quartel dos Bombeiros da Lousã, em Penacova ao Pavilhão Gimnodesportivo de Penacova, em Cantanhede ao Quartel dos Bombeiros Voluntários.



Conteúdo Recomendado