Resiestrela amplia recolha de materiais recicláveis porta a porta a quatro municípios da Guarda

A Resiestrela, empresa multimunicipal de resíduos sólidos urbanos da Cova da Beira, vai iniciar em março o serviço de recolha de materiais recicláveis porta a porta em quatro municípios do distrito da Guarda, foi hoje anunciado.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a empresa refere que, “no início do mês de março”, vai implementar o serviço de recolha porta a porta de materiais recicláveis nos municípios de Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Mêda e Almeida.

“A iniciativa está a ser articulada com as respetivas autarquias, nomeadamente com o contacto com os comerciantes e com a apresentação do Serviço de Recolha Porta a Porta ao pequeno comércio e serviços”, lê-se na nota.

A Resiestrela S.A, responsável pela concessão do Sistema Multimunicipal de Triagem, Recolha Seletiva, Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos da Cova da Beira, acrescenta que a ação tem como objetivo “promover o aumento da recolha de materiais recicláveis, vidro, papel/cartão e plástico, pelo facto de se verificar que os contentores dos resíduos, em algumas zonas, contêm grandes quantidades de materiais passíveis de reciclagem, que estavam a ser levados para tratamento indiferenciado”.

“A partir de agora, estes materiais poderão ser valorizados através do novo serviço de Recolha Porta a Porta que a Resiestrela proporciona, com benefício para o ambiente e a consequente diminuição dos seus custos de tratamento suportados pelo município”, adianta.

Segundo a fonte, o serviço realizado sem encargos para as entidades utilizadoras, por uma viatura devidamente identificada e por funcionários da Resiestrela, será prestado semanalmente nos estabelecimentos comerciais e serviços que pretendam aderir à recolha porta a porta de materiais recicláveis.

“A Resiestrela e os municípios que já são e os que vão ser servidos pelo novo serviço de recolha a porta a porta de materiais recicláveis no pequeno comércio e serviços, acreditam que a promoção da consciencialização ambiental dos empresários/comerciantes permitirá, com um esforço coletivo, um aumento de reciclagem de materiais, melhorando a qualidade de vida de cada um de nós”, refere a nota.

A Resiestrela, S.A. é responsável, desde 01 de janeiro de 2009, pela concessão do Sistema Multimunicipal de Triagem, Recolha Seletiva, Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos provenientes dos municípios de Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Fundão, Guarda, Manteigas, Mêda, Penamacor, Pinhel, Sabugal e Trancoso.




Conteúdo Recomendado