Pousada da Serra da Estrela abre amanhã

Empresa proprietária do edifício considera que a abertura do equipamento vai potenciar a vinda de turistas de «mercados de nível superior».

A Pousada da Serra da Estrela, antigo Sanatório dos Ferroviários, vai ter 92 quartos, spa, piscina interior e exterior, salas de reuniões e restaurante. «Um lugar singular para apreciar as vistas e as atividades da época glaciar, bem como, desfrutar de um SPA, piscina interior e exterior e, ainda, degustar de uma oferta gastronómica regional de excelência». É deste modo que o site das Pousadas de Portugal descreve a sua mais recente “jóia da coroa”, a Pousada da Serra da Estrela, que resulta da recuperação do antigo Sanatório dos Ferroviários, e cuja abertura tem lugar amanhã, dia 1 de abril. A Turistrela, concessionária do turismo na Serra da Estrela e proprietária do edifício, alimenta as melhores expetativas sobre a nova unidade. Artur Costa Pais adianta que «este é o primeiro de muitos projetos que queremos atrair para o destino Serra da Estrela», sendo objetivo da empresa «criar as condições para atrair novos investimentos na área do alojamento, da restauração e da animação turística». O administrador da Turistrela considera que «a falta de investidores» tem sido uma «dificuldade» nos últimos anos e sustenta que a Serra da Estrela «é e sempre será um destino para todos». O responsável sustenta que «só temos um verdadeiro destino se houver oferta qualificada e diferenciadora que se complemente com o que já existe», sendo esta unidade «a primeira de entre muitos projetos que queremos estimular». Nesse sentido, a nova Pousada vai ajudar a «captar novos mercados», com o responsável a destacar que a maioria das reservas provém «do mercado externo». De resto, Artur Costa Pais frisa que «a abertura deste equipamento transmite-nos uma visão clara sobre este e outros projetos que se seguirão, porque criarão mais atratividade no destino Serra da Estrela, que até esta altura tinha como base o mercado médio». A partir de agora, «o patamar sobe para mercados de nível superior» e «todos os projetos que se venham a construir na Serra da Estrela terão de ser de nível igual ou superior a este». O empresário mostra-se bastante agradado com o resultado final de reconversão do edifício que esteve a cargo do conceituado arquiteto Souto Moura: «A Pousada da Serra da Estrela é para mim uma autêntica obra de arte e não um hotel. Trata-se de um equipamento que vale a pena visitar, desfrutar e sonhar dentro de um espaço único que é, sem dúvida, o ícone do turismo da Serra da Estrela, do país e do mundo», considera o administrador da concessionária. Aliás, Artur Costa Pais não duvida que «grande parte dos turistas que observem este emblemático edifício vêm também pelas soluções que foram encontradas para os excelentes ambientes que transmitem a todos». Questionado sobre a duração da concessão ao Grupo Pestana, o empresário adiantou que será por «longos anos» e que os valores envolvidos no contrato correspondem «ao investimento que foi feito pela Enatur».

 




Conteúdo Recomendado