Pousada da Juventude transforma-se em residência de estudantes do IPG

O Presidente do IPG, Joaquim Brigas, pretende disponibilizar quartos o ano inteiro, multiplicá-los nas férias e dar aos turistas acesso às cantinas.

No início do mês de fevereiro, o Presidente do Instituto Politécnico da Guarda (IPG), Joaquim Brigas, enviou aos secretários de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo, e da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Sobrinho Teixeira, uma proposta para a adaptação da Pousada da Juventude da Guarda para residência de estudantes do IPG ao abrigo do “Plano Nacional de Alojamento para o Ensino Superior”.

No seguimento dessa carta, o Governo anunciou ontem que o edifício da antiga Pousada da Juventude da Guarda irá mesmo ser adaptada para residência de estudantes do Instituto Politécnico Guarda.

A Federação Distrital da Guarda do Partido Socialista comunicou o seu agrado face a esta decisão do Governo Socialista, uma vez que “materializa um importante apoio ao IPG, um parceiro privilegiado da esfera governativa no que respeita à fixação de pessoas, formação de quadros e desenvolvimento económico do Distrito da Guarda, que, a breve prazo, passará a receber mais alunos do ensino superior em melhores condições” e, a breve prazo e nas mesmas instalações, “serão criados novos postos de trabalho”, acrescenta o PS da Guarda.

A proposta apresentada inclui também a disponibilização de quartos para turistas ao longo de todo o ano e, nas férias no verão, e ainda acesso a uma grande sala de estudo, aberta 24 horas por dia, equipada com todas as funcionalidades multimédia.



Conteúdo Recomendado