Pousada da Juventude da Serra da Estrela à disposição do Centro Hospitalar

A Pousada da Juventude da Serra da Estrela tem 108 quartos em camaratas, quatro quartos duplos e um quádruplo.

A Federação de Desportos de Inverno de Portugal (FDIP) pôs ao dispor do Centro Hospitalar Universitário da Cova da Beira (CHUCB) as instalações da Pousada da Juventude da Serra da Estrela, caso seja necessária para tratamento, internamento ou quarentena.

A informação foi hoje adiantada à agência Lusa por Pedro Flávio, vice-presidente da FDIP, uma das entidades do consórcio que explora a unidade hoteleira com 120 quartos, localizada nas Penhas da Saúde.

“Não sabemos o que vai acontecer e não sabemos quais vão ser as necessidades de ocupação do hospital. Seria uma perda de recursos não disponibilizar um edifício com esta dimensão quando pode vir a ser útil e toda a ajuda é importante”, disse hoje, em declarações à agência Lusa, Pedro Flávio.

Segundo o diretor da FDIP, que tem neste momento todas as suas atividades suspensas, o contacto com o presidente do Conselho de Administração do CHUCB foi feito no sábado pelo presidente da federação, Pedro Farromba.

De acordo com Pedro Flávio, João Casteleiro “agradeceu, ficou com essa nota e disse que poderia vir a ser importante, mas nesta fase ainda não se sabe como a situação vai evoluir”.

A Pousada da Juventude da Serra da Estrela tem 108 quartos em camaratas, quatro quartos duplos e um quádruplo.

As reservas, a maioria de grupos grandes, escolas e associações, foram sendo canceladas e apenas estão feitas algumas reservas de particulares, concentradas no segundo edifício. O número de funcionários a trabalhar em simultâneo, informa o responsável, foi sendo reduzido.

Pedro Flávio sublinha que esta é a forma de a FDIP poder dar o seu contributo, em caso de necessidade para combater a pandemia do Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

O vice-presidente da federação espera que, à medida que os cidadãos vão ficando mais conscientes, a situação não se venha a agravar ao ponto de a Pousada da Juventude da Serra da Estrela vir a ser necessária, mas adianta que caso venha a ser útil, o edifício será de imediato desocupado.

“As pessoas agora estão mais em casa, talvez não venha a ser assim tão mau, mas não se sabe. Pode nem ser necessário para os doentes propriamente ditos, mas para as pessoas que tenham de ficar em quarentena”, realça o também diretor executivo da Federação de Desportos de Inverno de Portugal.

Na Guarda, foi a própria Câmara Municipal a anunciar que pode instalar dormitórios para profissionais de saúde e segurança numa primeira fase e que os mesmos espaços serão reconvertidos para acolhimento de doentes infetados se houver necessidade.




Conteúdo Recomendado