Portugal tem o 5.º maior défice comercial da UE

Portugal registou o quinto maior défice comercial da União Europeia até maio, de cerca de 4,1 mil milhões de euros.

O défice de Portugal nas trocas internacionais de mercadorias, no acumulado de janeiro a maio, é o resultado de 24,8 mil milhões de euros de importações compensados por 20,6 mil milhões de euros de exportações, segundo dados hoje divulgados pelo Eurostat.

O défice até maio fica ligeiramente abaixo do registado há um ano atrás, de 4,2 mil milhões de euros. Face aos primeiros cinco meses de 2014, as exportações aumentaram 5% e as importações cresceram 4%.

O défice comercial de Portugal era, no acumulado até maio, o quinto maior entre os 28 Estados-membros, depois de Reino Unido (61,2 mil milhões), França (25,7 mil milhões), Espanha (9,4 mil milhões) e Grécia (7,7 mil milhões).

Quanto ao total da zona euro, segundo o gabinete de estatísticas europeu, este espaço económico registou em maio um excedente comercial de 18,8 mil milhões de euros no comércio com o resto do mundo, acima dos 14,7 mil milhões de euros de março de 2014.

O total da União Europeia, por seu lado, registou em março um excedente de 6,3 mil milhões de euros, acima dos apenas 0,2 mil milhões do mesmo mês de 2014.

Os principais parceiros comerciais da União Europeia continuam a ser os Estados Unidos e a China.

A UE tinha até maio um excedente comercial de 49,3 mil milhões de euros com os Estados Unidos, uma vez que vende mais para aquele país do que compra, ainda assim abaixo do valor registado há um ano.

Já com a China havia um défice comercial de 68,8 mil milhões de euros, importando mais deste país do que exporta.




Conteúdo Recomendado