PJ detém suspeito de atear fogo a armazém no concelho da Covilhã

A PJ refere igualmente que o detido tem 45 anos e que foi entretanto presente às competentes autoridades judiciárias para efeitos de interrogatório judicial.

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta terça-feira que deteve um homem suspeito de ter ateado fogo num armazém agrícola na freguesia de Peraboa, concelho da Covilhã, distrito de Castelo Branco.

Em nota de imprensa enviada à agência Lusa, o Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda explica que no interior do armazém estava guardada palha, um trator e uma bomba de água, que foram totalmente consumidos e destruídos pelas chamas.

“Os factos ocorreram no passado dia 07 de outubro, pelas 21h30, na localidade de Peraboa, no concelho da Covilhã, e tiveram lugar num quadro de conflitualidade e vingança pessoal”, acrescenta a informação.

A PJ refere igualmente que o detido tem 45 anos e que foi entretanto presente às competentes autoridades judiciárias para efeitos de interrogatório judicial e submissão a adequadas medidas de coação.




Conteúdo Recomendado