PJ da Guarda deteve três alegados traficantes de produtos estupefacientes

Os três detidos vão ser presentes às competentes autoridades judiciárias para primeiro interrogatório e sujeição às adequadas medidas de coação.

A Polícia Judiciária (PJ) da Guarda anunciou ontem a detenção de três homens, com idades de 20 e 21 anos, por suspeita de se dedicarem ao tráfico de estupefacientes na zona norte do país.

Segundo uma nota do Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda, os homens, dois empregados de balcão e um empregado fabril, são também suspeitos de “fazerem parte de uma rede de abastecimento e distribuição de diversos tipos de produtos estupefacientes em várias localidades do distrito da Guarda”.

Os homens foram detidos na terça-feira, durante uma operação da PJ que consistiu na realização de seis buscas, que permitiram a apreensão de produto estupefaciente equivalente a cerca de 1.300 doses médias diárias individuais de MDMA, 20 doses de canábis, 1.440 euros e vários objetos relacionados com a alegada atividade ilícita.

A operação policial foi desenvolvida na sequência de diversas outras diligências de investigação realizadas na última semana, das quais resultou a detenção de oito pessoas suspeitas de se dedicarem ao tráfico de estupefacientes.

O Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda contou com a colaboração de elementos da Diretoria do Norte e do Departamento de Investigação Criminal da PJ de Aveiro.

Os três detidos vão ser presentes às competentes autoridades judiciárias para primeiro interrogatório e sujeição às adequadas medidas de coação.




Conteúdo Recomendado