Pintura de Alexandre Magno na Galeria do Paço da Cultura da Guarda

Na próxima sexta-feira, dia 24 de julho, pelas 18 horas, será inaugurada na Galeria do Paço da Cultura a exposição “Percepcionismos”, da autoria do artista plástico Alexandre Magno.

«“Percepcionismos” é uma mostra de artes onde as figurações se anunciam como intelecções apostas à apreensão de formas e ideias. Através de uma sólida representação clássica do desenho e de uma linguagem plástica expressionista desconstrói-se o espaço e as formas, ditando variadas ilusões que legitimam múltiplas e simultâneas leituras.» descreve Cristina Vouga no texto de apresentação do catálogo da exposição.

Alexandre Magno Martins da Silva nasceu em 1966. Frequentou a Escola de Belas Artes do Porto e licenciou-se em Artes Plásticas – Pintura, na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa. Inicia a sua carreira artística em 1995, participando na Exposição Coletiva “Novos figurativismos” na Galeria Municipal de Almada. Figurou em diversas mostras coletivas e recentemente (2011- 2013) apresentou-se nas exposições “A História e o Corpo”, Galeria da Casa da Cultura de Seia; Artis XIII, Galeria da Casa da Cultura de Seia e “Arte Nostra Damos”, IPDJ de Viseu.
Em 1999 fez a sua primeira exposição individual na Arte Galeria Estúdio, Coimbra. Individualmente apresentou-se no Espaço de Exposições TagusPark, Lisboa (2005); Espaço João Abel Manta – Galeria de Exposições, Gouveia (2006); Galeria “Espaço Publico”, Viseu (2006); Galeria Fundação Sousa Pedro, Lisboa (2007); “Albergaria José Alberto, Viseu (2009); Museu Municipal Abel Manta, Gouveia (2010); Museu Terra de Besteiros, Tondela (2011); Galeria de Exposições IPDJ, Viseu (2012); Casa da Cultura César Oliveira, Oliveira do Hospital (2013); Galeria Vieira Portuense, Porto (2013). Em 2001 elaborou a capa do romance “o Segundo Eu” de Costa Monteiro e em 2003 ilustrou o livro de Contos “A Cor do Silêncio” de Costa Monteiro. Em 2013 recebeu o “Prémio Anim’arte Pintura 2012”.

A exposição, que estará patente até ao dia 12 de setembro, pode ser visitada de terça a sábado das 13 às 19 horas. A entrada é livre.




Conteúdo Recomendado