Nova espécie de cogumelo descoberta durante jornadas de micologia em Fornos de Algodres

Uma nova espécie de cogumelo foi descoberta na Mata Nacional do Bussaco durante uma saída de campo integrada nas Jornadas de Micologia Mediterrânica realizadas em Fornos de Algodres, em novembro de 2015, foi hoje anunciado.

A nova espécie, publicada no XIX Volume da Mycologia Montenegrina, foi designada por “Cystolepiota oliveirae” e foi dedicada à micóloga amadora Sofia Oliveira, “por ter sido ela a guiar o grupo responsável pela descoberta”.

Um dos autores do estudo, Manuel Paraíso, de Fornos de Algodres, distrito da Guarda, citado num comunicado, explica tratar-se de um pequeno cogumelo que foi descoberto “sobre um tronco morto de ‘Dicksonia antarctica’, na zona do Vale dos Fetos, que em termos macroscópicos apresenta um chapéu de 0,5 a 0,8 centímetros de diâmetro, totalmente coberto de pequenas escamas cónicas branco/creme que conferem uma cor ligeiramente acastanhada ao chapéu”.

Segundo os autores, “como o género Cystolepiota é um género bastante frequente na Austrália, presume-se que a nova espécie agora descrita possa ter sido introduzida, através de outras plantas originárias daquele continente, com forte presença na Mata Nacional do Bussaco”.




Conteúdo Recomendado