Nélson Silva toma posse na Mutualista Covilhanense

http://www.rcb-radiocovadabeira.pt/pag/22372

O novo presidente da direcção da mutualista covilhanense entende que é necessário criar um verdadeiro ambiente de confiança e cooperação entre todas instituições de solidariedade social do concelho da Covilhã.

Na cerimónia de tomada de posse dos novos órgãos sociais da instituição, Nélson Silva referiu que “a mutualista covilhanense, a par de outras instituições do nosso concelho, pode e deve ser uma resposta rápida porque tem essa capacidade para resolver diversos problemas que temos e que hoje nos afligem na Covilhã como são os casos da saúde, da educação ou da formação e para o concretizar a receita é muito simples; crie-se um verdadeiro ambiente de confiança e de cooperação entre as instituições concelhias”. O novo presidente da direção da Mutualista Covilhanense refere que “quando os anteriores órgãos sociais tomaram posse o grande desafio que se colocava era a sobrevivência da instituição”. Nélson Silva acrescenta que “passados nove anos este projeto que abracei é de continuidade na firmeza dos objetivos que nos propomos atingir, no respeito pela história desta instituição, na continuidade da independência financeira da nossa mutualista, na criação de valor económico e social e na resposta diária que é dada aos mais pobres e excluídos da nossa sociedade”. Na cerimónia de tomada de posse, o presidente da câmara municipal da Covilhã também enalteceu o trabalho realizado na última década que permitiu afirmar a mutualista como um dos maiores embaixadores sociais daquele concelho. Vítor Pereira mostra-se ainda confiante de que o novo presidente da direção vai estar à altura das exigências do cargo “espero que possa transportar para esta casa o seu talento profissional e a honestidade que lhe é característica porque quem está à frente duma agremiação tem de ser uma pessoa integra e honesta pois só assim será capaz de nortear e de governar como deve ser uma instituição com esta envergadura e que tem uma enorme responsabilidade na nossa cidade e no nosso concelho”.
No que respeita aos restantes órgãos sociais, Carlos Roque preside à mesa da assembleia geral e Luís Silva ao conselho fiscal.




Conteúdo Recomendado