Município de Figueira de Castelo Rodrigo promove concurso de Ciência Cidadã

A Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo está a desenvolver um concurso de Ciência Cidadã, “pioneiro a nível nacional”, através da Plataforma de Ciência Aberta, no qual os temas de investigação são definidos pelos próprios cidadãos.

Através da Plataforma de Ciência Aberta, um projeto municipal de inovação social, a autarquia presidida por Paulo Langrouva está a desafiar os munícipes e outros conhecedores do território “a identificarem problemas e desafios da região e a colocarem questões de interesse regional, que vão servir de base para uma investigação científica”.

“Depois de selecionados os temas, será lançado um concurso nacional, com um financiamento de 10 mil euros, dirigido a investigadores de institutos de investigação públicos ou privados, associados a universidades ou instituições do ensino superior, de forma a desenvolver projetos de investigação que resolvam os problemas ou desafios colocados pela população”, refere a autarquia em comunicado enviado à agência Lusa.

A fonte acrescenta que no âmbito da iniciativa os investigadores “terão ainda que estabelecer parcerias com entidades locais, como forma a garantir a implementação e sustentabilidade futura dos projetos”.

O presidente da Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo, Paulo Langrouva, considera que a iniciativa “pretende dar voz” aos munícipes e “perceber quais os principais desafios da região”.

“Trata-se de um investimento por parte da autarquia, para um projeto que envolve os cidadãos desde o primeiro momento”, refere.

Maria Vicente, coordenadora científica da Plataforma de Ciência Aberta, citada na nota, acrescenta que a organização pretende “potenciar a cidadania ativa da comunidade local, fomentar processos de investigação, com base participativa, e, ainda, incentivar o desenvolvimento de projetos de Ciência Cidadã a partir das universidades e institutos de investigação, sempre em colaboração com os cidadãos e as comunidades locais”.

Com este projeto, Figueira de Castelo Rodrigo, no distrito da Guarda, “torna-se a única autarquia, em Portugal, com uma linha de financiamento específica para projetos de Ciência Cidadã”, lê-se.

Segundo a fonte, a primeira fase de questões, que podem ser enviadas por correio eletrónico (para o endereço info@plataforma.edu.pt) ou pelo telefone (925 834 276), termina na segunda-feira.

O lançamento do concurso para investigadores tem início no mês de abril e prolonga-se até agosto.

A Plataforma de Ciência Aberta, inaugurada em julho de 2017, em Barca D’Alva, junto ao rio Douro, surge como o primeiro centro da rede internacional Open Science Hub, numa parceria entre o município de Figueira de Castelo Rodrigo e a Universidade de Leiden (Holanda), inserido numa rede global de parceiros de vários países europeus, segundo a autarquia.



Conteúdo Recomendado