Município da Covilhã solidário com refugiados

Realizou-se no dia 16 de setembro, no Auditório Municipal da Câmara da Covilhã, uma reunião da Rede Social.

A reunião que contou com a presença da Santa Casa da Misericórdia da Covilhã, juntas de freguesia, IPSS, o edil covilhanense, e outras entidades. O encontro teve como objetivo “sensibilizar as instituições do concelho que operam no domínio social” para a atual crise de refugiados vivida na Europa e perceber “qual a disponibilidade e condições que cada um tem para os receber e em que número”.

Segundo o autarca do município covilhanense, Vítor Pereira, “procurou-se dar cumprimento a uma deliberação importante tomada pela CIMBSE – Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, onde por unanimidade os 15 municípios que a integram decidiram acolher refugiados, de forma articulada com as organizações governamentais e não – governamentais”.

O autarca da Covilhã afirma que é uma obrigação receber bem estas pessoas pois também os portugueses foram bem acolhidos por todo o mundo aquando da emigração dos anos 60 e 70 do século passado.

Esta reunião da Rede Social serviu para decidir como acolher os refugiados, atendendo às suas “culturas, às suas condições específicas, à sua idiossincrasia”, concluiu Vítor Pereira.




Conteúdo Recomendado