IPG distribui viseiras e luvas por instituições sociais, unidades de saúde e proteção civil

Desde o início de abril que o Instituto Politécnico da Guarda está a produzir cerca de 100 viseiras reutilizáveis por dia no Laboratório de Fabrico Digital – FabLab da Guarda, instalado no IPG.

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) irá realizar amanhã, dia 21 de abril, pelas 11h30, no auditório dos Serviços Centrais uma cerimónia, presidida pela secretária de Estado da Ação Social, onde irá anunciar a distribuição dos equipamentos de proteção.

Segundo o Presidente do IPG, Joaquim Brigas, “a cerimónia irá cumprir as regras de segurança exigidas pela Covid-19 e servirá para agradecer às instituições que ajudaram o IPG a produzir as viseiras que estão a ser distribuídas com as luvas”. “Vamos também apelar a projetos comuns no futuro”.

Para além da secretária de Estado da Ação Social, Rita Cunha Mendes, que irá presidir ao anúncio de distribuição de viseiras e de luvas para proteger profissionais no combate ao novo coronavírus estarão também presentes o presidente distrital das IPSS, Rui Reis, o presidente distrital da Misericórdias, Luís Mendes (provedor da Misericórdia de Gouveia), a presidente da Unidade Local de Saúde da Guarda, Isabel Coelho, bem como professores e investigadores do IPG, entre os quais o responsável pelo laboratório que produz as viseiras, Miguel Lourenço.

O modelo produzido em acrílico é facilmente desinfetável e foi validado, tanto pela ULS da Guarda, como pelo Centro Hospitalar Universitário de Coimbra.

A partir dos primeiros dias de produção o IPG tem vindo a distribuir as viseiras que produz, mais alguns milhares de luvas, a lares de terceira idade e a outros espaços das Misericórdias do distrito da Guarda, a unidades de saúde, a força de segurança e a bombeiros da região. Mais de 800 unidades já foram distribuídas, 500 das quais a instituições de apoio social, estando agora prontas a ser entregues mais 1000. Outras centenas se seguirão nas próximas semanas.

“Mais do que sublinhar este contributo solidário do Instituto Politécnico da Guarda para o combate à epidemia, esta cerimónia servirá para duas coisas: para agradecer a todas as empresas e instituições que se solidarizaram e associaram a este projeto do IPG; e a apelar à realização de novos projetos para o futuro com o mesmo fim”, afirma Joaquim Brigas, presidente do Instituto Politécnico da Guarda.

Entre as entidades que têm apoiado o fabrico e a distribuição das viseiras e luvas destacam-se a Coficab, a Olano, a Farmácia da Sé (Guarda), a Junta de Freguesia da Guarda e os Clubes de Rotários da Guarda, Viseu, Mangualde e Tondela.



Conteúdo Recomendado