Internacionalização do Ensino Superior Politécnico Português

Captar novos estudantes e docentes internacionais é um dos objetivos do projeto que foi concluído este ano.

Captar novos estudantes e docentes internacionais é um dos objetivos do projeto que foi concluído este ano.

O projeto “Internacionalização do Ensino Superior Politécnico Português” aprovado em 2016, pelo COMPETE 2020, com um investimento total de 609.129,82€ e cofinanciado pelo FEDER em 517.760,35€, promovido por 11 Institutos Politécnicos e 2 Escolas Superiores de Enfermagem, foi concluído em abril de 2018.

Na fase final do projeto, os promotores participaram em feiras internacionais, a realizadas no Brasil, Colômbia e Chile, percorrendo um total de 11 cidades. O projeto permitiu aos promotores marcar presença num total de 9 mercados internacionais e percorrer 21 cidades.

O projeto foi desenvolvido em parceria com o Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP) e visou, entre outros objetivos: Criar uma marca coletiva do Ensino Superior Politécnico Português (ESPP); Fomentar uma presença forte do ESPP nos mercados internacionais identificados como prioritários; Captar novos estudantes e docentes internacionais; Realizar encontros nacionais dedicados à internacionalização, com vista à partilha de experiências integradas entre ESPP e as empresas; e por fim, Fortalecer a dinamização do tecido económico das regiões onde se encontram as Instituições do ESPP.




Conteúdo Recomendado