Iniciativa empreendedora de alunos da UBI apoia causas sociais

A Casa do Menino Jesus, a Happy Wish e o Lar de São José foram as três instituições da cidade da Covilhã escolhidas por estudantes da Universidade da Beira Interior (UBI) para receberem o apoio gerado por uma iniciativa empreendedora realizada no âmbito dos respetivos cursos. Vinte e um estudantes dos Mestrados em Empreendedorismo e […]

A Casa do Menino Jesus, a Happy Wish e o Lar de São José foram as três instituições da cidade da Covilhã escolhidas por estudantes da Universidade da Beira Interior (UBI) para receberem o apoio gerado por uma iniciativa empreendedora realizada no âmbito dos respetivos cursos.

Vinte e um estudantes dos Mestrados em Empreendedorismo e Criação de Empresas e em Marketing do Departamento de Gestão e Economia da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da UBI, no âmbito da unidade curricular “Marketing Empreendedor e Criatividade”, criaram e desenvolveram pequenos negócios individuais que tinham como objetivo mínimo alcançar um lucro igual ao financiamento de 10 euros, sendo que o desejado seria alcançar um lucro de 25 euros ou valor superior. O valor obtido pelos alunos ultrapassou em muito o objetivo estipulado, tendo atingido os 700 euros, montante destinado ao apoio a causas sociais.

Para a Casa do Menino Jesus, instituição particular de solidariedade social de apoio à criança, reverteram 234 euros para decoração de quartos. A Happy Wish, primeira Júnior Iniciativa Social da Região Centro, fundada por estudantes da UBI com a missão de realizar desejos a pessoas que estejam a passar por fases menos boas da sua vida, recebeu 234 euros para consumíveis. Já ao Lar de São José, instituição prestadora de cuidados à população idosa, foram doados 232 euros para a compra de um cadeirão com rodas para deslocar os utentes a qualquer parte da instituição.

Para Maria José Madeira, Diretora do Mestrado em Empreendedorismo e Criação de Empresas, “esta iniciativa, para além do valor angariado e da experiência real em criar e desenvolver um negócio, mostrou que é possível fazer o que se pode com o que se tem e ajudar os outros a viver melhor”. A entrega dos valores às respetivas instituições foi feita em finais de 2019.

A iniciativa empreendedora, para além dos 21 estudantes envolvidos, contou também com a colaboração de Rudson Gama e Bruna Cé, mestres em Empreendedorismo e Criação de Empresas pela Universidade da Beira Interior.



Conteúdo Recomendado