Hospital de Castelo Branco só permite uma visita por dia a doentes

A Unidade Local de Saúde (ULS) de Castelo Branco explica que estas medidas têm como objetivo a contenção da propagação do novo coronavírus (Covid-19)

Os doentes internados no Hospital Amato Lusitano (HAL) de Castelo Branco têm, a partir de hoje, apenas direito a uma visita diária, anunciou a administração da Unidade Local de Saúde (ULS).


Em comunicado enviado à agência Lusa, a Unidade Local de Saúde (ULS) de Castelo Branco explica que estas medidas têm como objetivo a contenção da propagação do novo coronavírus (Covid-19).


“O controlo das visitas será efetuada na área do HAL, da entrada principal, balcão de informações, com atribuição de um único cartão por visitante”, lê-se na nota.


Assim, a partir de hoje, cada doente internado no HAL apenas receberá uma visita por dia, sendo que a ULS de Castelo Branco definiu ainda um horário específico de visitas para cada serviço.


A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou a doença Covid-19, provocada pelo novo coronavírus, que surgiu na China em dezembro de 2019, como pandemia.


O número de casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus, que causa a doença Covid-19, subiu hoje para 78 em Portugal, mais 19 do que os contabilizados na quarta-feira.


As medidas já adotadas em Portugal para conter a pandemia incluem, entre outras, a suspensão das ligações aéreas com a Itália, a suspensão ou condicionamento de visitas a hospitais, lares e prisões, e a realização de jogos de futebol sem público.


Em todo o mundo, o novo coronavírus já infetou mais de 124 mil pessoas e provocou mais de 4.500 mortos.



Conteúdo Recomendado