Guarda com risco extremo de exposição aos raios ultravioletas

Os concelhos da Guarda, Portalegre, Évora e Beja apresentam hoje um risco extremo de exposição à radiação ultravioleta (UV), segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Os concelhos da Guarda, Portalegre, Évora e Beja apresentam hoje um risco extremo de exposição à radiação ultravioleta (UV), segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).


Os restantes distritos, a Região Autónoma da Madeira, bem como as ilhas de São Miguel e Terceira, nos Açores, estão sob um risco muito elevado.

Para as regiões com risco extremo, o IPMA pede que se evite o mais possível a exposição ao sol, enquanto no risco muito elevado é aconselhada a utilização de óculos de sol com filtro UV, chapéu, ‘t-shirt’, guarda-sol, protetor solar e evitar a exposição das crianças ao Sol.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 de cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Em Portugal continental, o céu vai estar hoje pouco nublado ou limpo, o vento será forte na faixa costeira ocidental e haverá ainda uma pequena subida da temperatura máxima no interior.

Nos Açores, aguarda-se céu muito nublado com abertas nos agrupamentos Ocidental e Oriental, enquanto no grupo Central é esperado céu muito nublado e aguaceiros fracos e dispersos.

Na Madeira, o céu vai ter períodos de muita nebulosidade, aguaceiros fracos, mais frequentes nas vertentes norte e nas zonas montanhosas e até início da manhã e vento fraco a moderado e por vezes forte (até 40 km/h) nas zonas montanhosas e nos extremos leste e oeste da ilha da Madeira.




Conteúdo Recomendado