GNR fiscaliza uso do cinto de segurança e cadeiras de crianças

A Guarda Nacional Republicana (GNR) vai intensificar a fiscalização do uso de cintos de segurança e sistemas de retenção para crianças, até ao próximo domingo, numa operação que vai estar nas estradas de todo o território nacional.

De acordo com um comunicado da GNR, entre hoje e domingo “serão realizadas cerca de 2.400 ações de fiscalização, levadas a cabo por um efetivo de 5.500 militares da Unidade Nacional de Trânsito e dos comandos territoriais”.

A GNR recordou ainda que em 2014 foram detetadas 24.052 infrações, 23.205 das quais por falta de uso de cinto de segurança e 1.847 por não serem utilizados sistemas de retenção para crianças.

“As estatísticas dos acidentes de viação ocorridos em Portugal continuam a demonstrar que existe um número significativo de vítimas resultantes da falta de uso destes sistemas de retenção, em particularmente nos ocupantes que se fazem transportar nos bancos da retaguarda. Em acidente de viação, estes dispositivos reduzem a ocorrência e a gravidade de ferimentos em todos os ocupantes de uma viatura automóvel”, refere o comunicado da GNR.




Conteúdo Recomendado