Futebol Integrado dinamizado pelo IPG

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) é, uma vez mais, parceiro do projeto ERASMUS+ dedicado ao Desporto Integrado.

O novo projeto, liderado pelo Centro Sportivo Educativo Nazionale de Itália, visa a criação de uma Rede Europeia dedicada ao Futebol Integrado, que contribuirá para implementar políticas e iniciativas de larga escala, quer a nível nacional quer europeu, centradas na promoção desta nova atividade desportiva, bem como dos desportos integrados em geral.

No âmbito do projeto “Dia Europeu do Desporto Integrado” o Futebol Integrado foi, recorde-se, apresentado pela primeira vez, estando agora na fase de divulgação a nível europeu; assim, surgem agora os primeiros cursos nacionais dirigidos à formação de treinadores e a árbitros desta nova modalidade.

Estes cursos serão realizados pela primeira vez em 5 países europeus, incluindo Portugal.

Os cursos (para árbitros e treinadores de futebol integrado) iniciaram-se ontem, dia 17 de maio, no  Politécnico da Guarda e vão decorrer ainda nos dias 19 e 27 de maio, tendo por objetivo promover e disseminar um conhecimento abrangente das leis do jogo desta nova disciplina, podendo desta forma promovê-la nos seus círculos através da criação de equipas de Futebol Integrado que possam participar de Competições europeias.

No final dos cursos (gratuitos) os participantes (técnicos de desporto, professores de educação física, estudantes da área do desporto) receberão um certificado europeu com qualificação técnica como Treinador ou Árbitro de Futebol Integrado.

O futebol integrado valoriza e aprecia todos os atletas de igual forma, sejam eles do género masculino ou feminino, portadores ou não de deficiência, independentemente de sua condição socioeconómica, raça ou religião. Esta forma de praticar futebol proporciona um novo quadro desportivo, centrado na igualdade de oportunidades durante a competição, na acessibilidade e na participação ativa de todos os intervenientes. Graças a este novo paradigma, e num contexto que favorece a colaboração, todos os membros da equipa têm um papel essencial no jogo.

Assim, o futebol integrado permite que todos os jogadores, dependendo das suas limitações e capacidades, contribuam de forma ativa e única para o sucesso do jogo.




Conteúdo Recomendado