Fundão participa em torneio internacional de mobilidade

A UBI assina hoje protocolos no âmbito do programa criado para apoiar elementos da instituição em situação desfavorecida.

O III Torneio Internacional de Cidades MUV dedicadas à mobilidade sustentável está pronto a recomeçar. A competição, na sua terceira edição, é promovida no contexto do “MUV – Mobility Urban Values”, um projeto financiado pela União Europeia no âmbito do programa Horizonte 2020. Em Portugal, o Fundão é a cidade piloto deste projeto, tendo como principais parceiros o Município do Fundão e a BAG! Consulting.

Para participar basta baixar a app “MUV”, que transforma mobilidade em desporto, e inscrever-se na competição. O torneio é o modo de jogo MUV mais competitivo, os utilizadores do MUV, os MUVers, jogam para melhorar o desempenho individual ou competir com amigos e outros MUVers em desafios semanais regulares ou treinos especiais.

No final do torneio a melhor equipa e os melhores “atletas” da mobilidade sustentável serão recompensados com prémios e descontos oferecidos pelos patrocinadores.

O Fundão conta já com a participação de algumas lojas e associações – Gardunha 21, Farmácia Vitória, Da’Ki, Caroline Borges-Atelier de Joalharia, Pastelaria Jardim, Rua da Cale, Casas da Mina – como parceiros MUV, que irão recompensar os MUVers fundanenses pelo seu esforço a favor da sustentabilidade.

A última edição do torneio ocorreu no outono de 2019 e envolveu dezesseis cidades: Amsterdão, Barcelona, Fundão, Gante, Helsínquia, Palermo, Roma, Teresina, Cagliari, Gliwice, Katovice, Munique, Milão, Ostende, Sabac e Sosnowiec. Os MUVers dessas dezasseis equipas percorreram, em 15 semanas, aproximadamente, 30.000 km sustentáveis andando, pedalando ou usando transportes públicos. A equipa de Milão venceu a competição, mas a verdadeira vitória foi o impacto produzido pelos 477 MUVers que mudaram seus hábitos de mobilidade, ou seja, a economia de quase 7,2 toneladas de emissões de CO2.

As 21 cidades que competem nesta edição são as 16 já envolvidas na competição anterior, a que se juntam Arrecife, Codlea, San Donà di Piave, Chieri e Catania, todas cidades muito diferentes umas das outras, mas particularmente interessantes para identificar tendências e sistemas de mobilidade.

A competição decorre de 27 de janeiro a 1 de março de 2020 e, no final, ficaremos a saber qual é a cidade mais sustentável do mundo. O principal parceiro Torneio de Cidades Sustentáveis MUV é a Rome Maker Faire, a maior feira de invenção, criatividade e desenvolvimento de ideias e que é uma celebração do Movimento Maker. Os melhores jogadores da cidade vencedora serão convidados a participar no evento Rome Maker Faire 2020, estando previstas outras recompensas e prémios para os melhores jogadores do Torneio.

O MUV pretende melhorar a mobilidade urbana, através de uma abordagem inovadora que incentiva os cidadãos a moverem-se de maneira mais sustentável usando um jogo divertido; que enriquece o relacionamento entre o comércio locais e os cidadãos através de valores compartilhados; e que facilita, no final, o desenvolvimento de novas políticas de mobilidade sustentável mais eficazes.

O aplicativo MUV é uma ferramenta fundamental neste processo e é o resultado de uma longa fase de pesquisa e de co-criação, realizada diretamente com as comunidades locais. A iniciativa faz-se em total colaboração com as comunidades das cidades envolvidas: os dados coletados durante o jogo são disponibilizados aos municípios e partilhados com os cidadãos de forma a enriquecer o debate público sobre mobilidade urbana e a permitir que os responsáveis pelas políticas públicas possam aprimorar processos e propor serviços novos e mais eficazes, capazes de melhorar a qualidade de vida das cidades e dos seus cidadãos.




Conteúdo Recomendado