Forças Armadas e Proteção Civil vão realizar exercícios para preparar combate aos incêndios

Exercícios vão ser realizados em conjunto.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil e as Forças Armadas vão realizar exercícios em conjunto, de forma a prepararem o combate aos fogos florestais, informou esta quinta-feira o ministro da Defesa, Azeredo Lopes.

“Isso significará, em breve, a realização de exercícios coordenados pela Autoridade Nacional de Proteção Civil onde possam, cada uma destas partes, ser o mais eficientes possível antes de, e espero que nunca venha a haver, a necessidade de intervirem”, disse o ministro.

Azeredo Lopes falava à margem do III Seminário IDN Jovem, na Covilhã, que se encontra a decorrer na Universidade da Beira Interior.

Quando questionado sobre a integração das Forças Armadas no combate aos incêndios e o seu respetivo modelo de gestão e comando, o ministro referiu que “no sistema de apoio à decisão, no planeamento as Forças Armadas têm um papel a desempenhar e isso significa que devem cooperar tão intensamente quanto possível com as entidades que, sob a esfera do Ministério da Administração Interna, têm um papel principal e não instrumental – como é o das Forças Armadas – no conceito amplo de combate aos incêndios florestais”.



Conteúdo Recomendado