Escola em Seia conquista 3º lugar no Power UP

Trata-se de um desafio sobre educação para a eficiência energética lançado pela Galp nas escolas do 2º e 3º ciclo de todo o País.

A Escola Evaristo Nogueira, em São Romão, Seia, conquistou o terceiro lugar do projeto Power UP, um desafio sobre educação para a eficiência energética lançado pela Galp nas escolas do 2º e 3º ciclo de todo o País. Os projetos realizados pelos alunos desta escola – dinamização de um jogo de memória sobre fontes de energia, sessões de esclarecimento sobre eficiência energética às comunidades escolares, criação de maquete de cubo solar e campanhas de poupança de energia – foram considerados os terceiros melhores a nível nacional, adianta uma nota informativa.
As escolas do 2º e 3º ciclo de todo o País foram desafiadas, pelo quarto ano consecutivo, a participar no projeto Power UP, da Galp. A iniciativa pretende ter como foco as fontes de energia, a mobilidade sustentável, a pegada energética e as profissões associadas à energia.

No universo das 106 escolas aderentes, cerca de 28 participaram no concurso final, que elegeu as três escolas que desenvolveram os melhores trabalhos relacionados com os temas propostos, ao longo do ano letivo 2017/2018.
De acordo com o júri, que avaliou e selecionou os três primeiros lugares no projeto Power UP, os terceiros melhores trabalhos foram realizados pela Escola Evaristo Nogueira, em Seia, não só por ter conseguido envolver a comunidade escolar e profissionais da área do ambiente no projeto, como pelas ações de sensibilização desenvolvidas junto da população, em especial das famílias de todos os alunos, acrescenta a mesma fonte.

Assim, a Escola Evaristo Nogueira ganhou um cartão Galp Frota no valor de 500 euros, os alunos receberam uma visita pedagógica a um Centro Ciência Viva e ao professor foi entregue um aquecedor a gás Hostspot. Estes prémios também foram atribuídos ao primeiro e segundo vencedores do projeto Power UP – respetivamente, a Escola Básica de Rio Arade, em Lagoa, e a Escola Básica Professor Paula Nogueira, em Olhão.




Conteúdo Recomendado