Empreendimento “Foz Côa Story House” vai avançar

O Tribunal de Contas deu ‘luz verde’ o projeto de construção do empreendimento “Foz Côa Story House”, no distrito da Guarda, com uma dotação financeira de dois milhões de euros, anunciou hoje o presidente da Câmara.

“A unidade hoteleira tem dotação na ordem dos dois milhões de euros e o projeto passa pela criação de um hotel, no centro histórico da cidade, um espaço que será, igualmente, um centro turístico que vai contar a história do território e ajudar a recuperar um edifício devoluto no centro histórico”, explicou à Lusa Gustavo Duarte.

O empreendimento turístico é cofinanciado através do programa “Valorizar”, que se destina à valorização do setor do turismo no interior de Portugal.

O projeto, além de quartos, restaurante e um ‘wine bar’, irá “contar a história de Foz Côa em diversas vertentes e será, ao mesmo tempo, uma mostra dos produtos locais do concelho”, concretizou o autarca.

“Com a crescente procura dos turistas a Vila Nova de Foz Côa, uma cidade que tem dois patrimónios mundiais da humanidade, classificados pela Unesco, faz todo o sentido esta obra”, frisou o responsável.

O autarca local, Gustavo Duarte acredita que as obras possam começar este mês.

“Estamos a atravessar um período de férias das empresas, contudo, acredito que as obras de construção do ‘Foz Côa Story House’ possam começar ainda este mês”, vincou.

Os responsáveis pelo projeto acreditam que, além de se recuperar um edifício devoluto, há condições para a criação de um espaço que possa mostrar o passado e o presente de Vila Nova de Foz Côa.

“Esta obra é importante para a revitalização no núcleo histórico da cidade, já que se trata de um projeto ‘sui generis’ onde os próprio quartos da unidade hoteleira, obedecem a temáticas que vão desde do vinho, ao xisto ou do azeite à amêndoa”, enfatizou o autarca.

O prazo de construção do “Foz Côa Story House” é de 18 meses.





Conteúdo Recomendado