Ecomuseu do Zêzere recebe exposição de Nuno Vicente

A inauguração da exposição “Estudos para o Jardim Botânico e uma peça para o rio Zêzere” realiza-se na próxima sexta-feira, em Belmonte.

No dia 9 de novembro, decorrerá a inauguração da exposição “Estudos para o Jardim Botânico e uma peça para o rio Zêzere” de Nuno Vicente.

A inauguração terá lugar no Ecomuseu do Zêzere, pelas 18 horas, e ficará patente nesse local até ao dia 16 de dezembro de 2018. 

O artista português, nasceu em Chartres, em França, e viveu em Carvalhal Formoso, Belmonte. Nuno Vicente estudou Pintura e um curso avançado de Artes na Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha. Estudou Pintura e um curso avançado de Artes na Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha.

Do seu percurso destaca-se a nomeação para a edição de 2007 do prémio Millennium Anteciparte, em 2014 participa na Bienal de Artes Visuais de Varna, na Bulgária e, em 2015 é nomeado para a 11ª edição dos prémios Novos Artistas Fundação EDP.

O artista expôs os seus trabalhos em galerias e museus como Dalhalla amphitheater, Rättvik, Suécia 2018, Museu Kramskoy, Voronezh, Russia 2018, Czong Institute for Contemporary Art, Gympo, Coreia do Sul, 2016, SAVVY Contemporary, Berlim, Alemanha, 2013, Lazzareto di Cagliari Centro Culturale di Arte, Cagliari, Itália, 2012, e no Pavilhão Preto do Museu da Cidade de Lisboa, em 2010.

 



Conteúdo Recomendado