Duzentos jovens bombeiros da Guarda em acampamento distrital

Cerca de 200 jovens bombeiros e elementos do quadro de honra das corporações do distrito da Guarda são esperados no Acampamento Distrital da Juvebombeiro, que é realizado entre hoje e domingo no concelho de Manteigas.

O encontro, promovido pela Federação de Bombeiros do Distrito da Guarda (FBDG) e pelo departamento Juvebombeiro, visa promover o convívio entre os participantes e “fortalecer o espírito de bombeiro”.

“Cerca de 150 dos participantes são jovens que vão aproveitar o acampamento para estarem juntos, para conviverem entre si e com os mais velhos”, adiantou hoje à agência Lusa o presidente da FBDG, Paulo Amaral.

O programa da iniciativa, com sessão de abertura marcada para as 19 horas de hoje, inclui jogos e seminários, entre outras atividades lúdicas e de convívio que fomentam “a proximidade” entre os jovens “soldados da paz” do distrito e os mais velhos, que estão no quadro de honra, após décadas de serviço, observou o dirigente.

“Esta junção entre os elementos dos quadros de honra das associações, que são passado, e os jovens, que são presente e futuro, acaba por ser uma lição de vida”, disse.

Segundo o presidente da FBDG, o acampamento que decorre este fim de semana no Parque Sabores Altaneiros, na freguesia de Sameiro, no concelho de Manteigas, na Serra da Estrela, “é um encontro simbólico entre pais e filhos da família dos bombeiros” das 23 corporações do distrito da Guarda.

Paulo Amaral disse ainda à Lusa que apesar de o distrito registar uma redução da natalidade, as corporações de bombeiros locais ainda não conhecem problemas no recrutamento de jovens.

“Ainda não se está a sentir muito essa dificuldade. Na próxima década, não sei, mas para já, não. Todas as associações vão abrindo anualmente escolas para a instrução de novos elementos e as pessoas vão aderindo”, adiantou.

O dirigente garante que, por agora, todas as corporações de bombeiros do distrito da Guarda “têm gente jovem, mesmo as mais pequenas”.

As 23 associações humanitárias têm mais de mil elementos no ativo, sendo que “cerca de 35% são voluntários jovens”, com idades entre os 18 e os 30 anos, apontou.




Conteúdo Recomendado