Duas empresas do UBIMedical acreditadas no âmbito dos Vales do Portugal 2020

As duas spinoffs Labfit e a UpHill estão abrangidas pelo sistema de incentivos ao aumento de competitividade.

Duas empresas sedeadas no UBIMedical estão acreditadas no âmbito dos Vales do Portugal 2020. As spinoffs Labfit HPRD, Lda e a UpHill foram integradas no sistema de incentivo às empresas com o objetivo de responder a necessidades específicas, no sentido de aumentar competitividade.

A Labfit, que de resto foi a primeira empresa a instalar-se na infraestrutura da Universidade da Beira Interior (UBI) dedicada à investigação e transferência de conhecimento nas áreas que conduzem à qualidade de vida e saúde, está acreditada para a prestação de serviços nos vales ID&T e Inovação, tal como a UpHill.

Depois dos responsáveis terem submetido o perfil da empresa à entidade avaliadora do programa, registaram “com grande satisfação”, que surgiu “logo na primeira lista de divulgação de entidades acreditadas”, referiram ao site da UBI.

Desta forma, a Labfit vê nestes vales a oportunidade de alargar o seu mercado nacional, prevendo responder de modo personalizado e eficiente às necessidades dos clientes, “desenhando e planeando projetos à sua medida”, segundo a UBI.

O sistema de prestação de serviços em causa neste processo, a entidades que necessitam de ver ultrapassados problemas pontuais no seu processo produtivo contempla uma taxa de financiamento de 75 por cento a fundo perdido.

A Labfit presta serviços ao nível do controlo de qualidade e caracterização de produtos e investigação e desenvolvimento de produtos farmacêuticos para uso tópico.

A UpHill faz prestação de serviços de consultoria na área da educação e simulação biomédica. Criada em abril deste ano, integra quatro elementos com formação médica de base e avançam em comunicado e pretendem intervir no mercado no desenvolvimento de software e consultoria, “criando soluções tecnológicas aplicadas à educação biomédica, contribuindo assim para a melhoria da qualidade de vida das populações”, refere a UBI.

Luís Patrão, gerente da empresa, explica que o objetivo é identificar as necessidades educativas e a promover a escolha das melhores metodologias, incluindo estratégias de utilização de e-learning e de introdução de simulação de alta-fidelidade, em instituições que estejam a planear o seu desenvolvimento ao nível da formação biomédica.

Apesar da curta existência de vida, a empresa está já a trabalhar na expansão da sua equipa.



Conteúdo Recomendado