Detido suspeito de violência física e psicológica em Foz Côa

A GNR deteve um homem de 45 anos, em Foz Côa, no distrito da Guarda, suspeito de exercer violência física e psicológica sobre a companheira, a mãe desta e dois filhos menores, anunciou hoje aquela força de segurança.

A detenção foi efetuada por militares da GNR afetos Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE).

“No âmbito de uma investigação relacionada com o crime de violência doméstica, que decorria há algum tempo, foi possível apurar que o suspeito exercia violência física e psicológica sobre as vítimas, a companheira de 34 anos, dois filhos menores, com idades entre os 7 e os 15 anos, e a mãe da companheira”, especificou em comunicado a GNR.

Segundo as autoridades policiais, foi dado cumprimento a um mandado de busca domiciliária, “que resultou na detenção do agressor e na apreensão de duas caçadeiras calibre 12, três armas de ar comprimido e uma arma de caça calibre 9 mm”.

O detido foi presente ao Tribunal Judicial de Vila Nova de Foz Côa, tendo ficado sujeito às medidas de coação de proibição de contacto com as vítimas por qualquer meio, proibição de aproximação a menos de 10 quilómetros das vítimas, controlado através de dispositivo eletrónico.

A esta decisão judicial acrescenta-se a obrigatoriedade de frequentar programa de recuperação de dependência de álcool e obrigatoriedade de frequentar um programa para agressores no âmbito da violência doméstica.

Esta ação contou com “o reforço” do Posto Territorial de Vila Nova de Foz Côa.



Conteúdo Recomendado