Guarda In Jazz arranca hoje no Teatro Municipal

O Teatro Municipal da Guarda (TMG) acolhe, entre hoje e o dia 11, um ciclo de jazz, denominado “Guarda In Jazz”, que inclui cinco concertos, uma oficina e a exibição de um filme.

Segundo a agenda do TMG, publicada pela Câmara Municipal da Guarda, estão agendados concertos com o duo de jazz Filipa Lopes e Pedro Vieira de Almeida, Spinifex, Trio de um Grilo e Ensemble Super Modern, Espécie de Trio e Eduardo Cardinho Quinteto e Maria João.

O ciclo “Guarda In Jazz” começa  hoje, com um concerto do duo Filipa Lopes e Pedro Vieira de Almeida, às 22 horas, no café concerto do TMG, com entrada livre.

“O duo de Filipa Lopes [soprano] e Pedro Vieira de Almeida [piano] interpreta neste concerto um repertório eclético e intimista, baseado nos mais famosos ‘standards’ de jazz e musicais”, segundo a organização.

Amanhã, dia 3,  às 21h30, o pequeno auditório do TMG acolhe um concerto do quinteto Spinifex (Holanda/Portugal/Alemanha), grupo que “procura o desafio de cruzar fronteiras estilísticas”.

Spinifex é formado por Tobias Klein (saxofone alto), Jasper Stadhouders (guitarra), Gonçalo Almeida (baixo), Philip Moser (bateria) e Luís Vicente (trompete).

No sábado, às 21h30, é a vez de o público da Guarda assistir, no pequeno auditório do TMG, ao concerto do Trio de um Grilo e Ensemble Super Modern.

Trio de um Grilo é liderado por João Grilo (piano) e inclui Filipe Louro (contrabaixo) e Pedro Almiro (bateria). Ensemble Super Modern é formado por José Pedro Coelho (saxofone), Rui Teixeira (saxofone), Ricardo Formoso (trompete), Paulo Perfeito (trombone), Eurico Costa (guitarra), Carlos Azevedo (piano), Miguel Ângelo (contrabaixo) e Mário Costa (bateria).

Para dia 09 de junho, uma quinta-feira, às 21h30, também no pequeno auditório, está agendado o concerto com Espécie de Trio (Hugo Raro – piano, Filipe Teixeira – contrabaixo e António Torres Pinto – bateria) e Eduardo Cardinho Quinteto (Eduardo Cardinho – vibrafone, José Soares – saxofone, Mané Fernandes – guitarra, Filipe Louro – contrabaixo e Pedro Almiro – bateria).

O ciclo de jazz termina no dia 11 de junho, um sábado, com um espetáculo de Maria João, às 21h30, no grande auditório do Teatro da Guarda.

Segundo a organização, Maria João apresentará na cidade mais alta do país “Ogre”, a sua “mais recente aventura”, um “híbrido musical que mistura o jazz com a eletrónica”.

Maria João (voz) estará em palco acompanhada por João Farinha (fender rhodes & sintetizadores), André Nascimento (laptop & eletrónica), Joel Silva (bateria) e Júlio Resende (piano).

Ainda no âmbito do mesmo evento cultural, no sábado, às 15 e às 17 horas, o compositor Paulo Perfeito orientará uma oficina de jazz, destinada a estudantes de música e a músicos e, na terça-feira, às 21h30, será exibido o filme “Chico & Rita”, de Tono Errando, Javier Mariscal e Fernando Trueba.

 




Conteúdo Recomendado