Festival de Blues da Guarda com quatro concertos no cartaz

Quatro bandas nacionais e internacionais de blues participam no Festival de Blues da Guarda, a realizar entre amanhã e domingo no Jardim José de Lemos.

O evento que vai decorrer ao ar livre, no centro da cidade mais alta do país, por iniciativa da Câmara Municipal, conta com a participação de dois grupos nacionais e de outros dois provenientes de Espanha.

Os espetáculos começam sempre pelas 22 horas e são gratuitos, segundo a autarquia.

O Festival de Blues inicia amanhã, dia 04 de agosto, com um concerto do trio Guadalupe Plata (Espanha), composto por Pedro de Dios (guitarra e voz), Carlos Jimena (bateria) e Paco Luís Martos (baixo e guitarra).

No dia seguinte, sobe ao palco a banda nacional Black Dog Blues Band, que é formada por Daniel Henriques (voz e harmónica), Eduardo Fernandes (bateria), Rodolfo Cro (guitarra) e Paulo Aveiro (baixo).

No sábado, dia 06 de agosto, é a vez de o público da Guarda assistir a um concerto de Mingo & The Blues Intruders (Espanha), com a presença em palco de Mingo Balaguer (voz e harmónica), Quique Bonal (guitarra), Fernando Torres (baixo) e Juan de La Oliva (bateria).

Segundo a organização, Mingo Balaguer “é um veterano músico espanhol de reconhecido talento e carreira consolidada”.

O Festival de Blues da Guarda termina num domingo, dia 07 de agosto, com a atuação de Vítor Bacalhau (guitarra e voz), que se fará acompanhar por João Ventura (bateria) e Luís Trindade (baixo).

A autarquia da Guarda assinala que as atuações ao vivo de Vítor Bacalhau “são já conhecidas pela energia e pelo talento interpretativo na guitarra clássica”.

O evento cultural é organizado no âmbito do programa de verão de animação da cidade da Guarda intitulado “Verão em Alta Guarda’2016”, que começou no dia 15 de julho e decorre até ao dia 04 de setembro, com diversas atividades como concertos, animação de rua, cinema ao ar livre e folclore.

Na conferência de imprensa de apresentação da programação global, realizada no dia 07, o vereador Victor Amaral, com o pelouro da cultura da Câmara Municipal da Guarda, referiu que a cidade “tem público” para o Festival de Blues.



Conteúdo Recomendado