Cultura Popular é o tema do concurso 7 Maravilhas de Portugal 2020

O tema do concurso 7 Maravilhas de Portugal 2020 é a Cultura Popular e as candidaturas, que podem incluir sete exemplos de património, decorrem até ao dia 1 de março no ‘site’ da iniciativa.

As candidaturas para eleger as 7 Maravilhas da Cultura Popular, que incluem as categorias Artesanato, Lendas e Mitos, Festas e Feiras, Músicas e Danças, Rituais e Costumes, Procissões e Romarias e Artefactos, já se encontram a decorrer e estão disponíveis até 1 de março de 2020, através do site 7maravilhas.pt.

“O que é uma Maravilha da Cultura Popular, num país onde a música, a dança, as lendas, as festas, as tradições, as máscaras, o artesanato e tantas outras coisas contribuem para fazer de Portugal um país ímpar? Pois é exatamente todo esse património que queremos trazer a público, para o valorizar com a pompa e circunstância que sempre mereceu”, refere a organização do evento, numa nota enviada à imprensa.

O regulamento da iniciativa já está disponível para consulta online e toda a informação sobre o que implica cada uma das categorias pode ser consultada aqui, “de forma a salvaguardar a diversidade da cultura popular e a cumprir os critérios de elegibilidade”, explica a organização.

“O património cultural imaterial, a marca da terra, a preservação da criatividade do nosso povo e a capacidade que o país tem de inovar e de se reinventar nas suas tradições são cada vez mais fatores distintivos nas eleições 7 Maravilhas”, acrescenta ainda a organização.

Este concurso é realizado desde 2007 e já teve como temas as Maravilhas Naturais (2010), a Gastronomia (2011), as Praias (2012), as Aldeias (2017), as Mesas (2018) e os Doces (2019).

RTP é a televisão oficial

Nesta 9.ª edição das Maravilhas de Portugal, os candidatos vão ser votados por cada um dos 18 distritos e das duas regiões autónomas, numa fase em que haverá sete candidatos por cada distrito e região autónoma.

Em cada programa na RTP, num total de 20 programas a realizar nos meses de julho e agosto, será apurado um pré-finalista que passa às semifinais.

Na fase seguinte haverá um programa de repescagem, no qual os 20 segundos classificados das eliminatórias distritais/regionais serão submetidos a uma nova votação, com o objetivo de eleger os oito patrimónios mais votados.

Estes irão juntar-se aos outros 20 pré-finalistas já apurados.

Os 28 pré-finalistas vão ser divididos por sorteio pelas duas semifinais e em cada uma delas vão ser apurados as sete candidaturas que tenham mais votos contabilizados.

Na gala final, que decorrerá no dia 5 de setembro, vão ser eleitas as 7 Maravilhas da Cultura Popular.

A RTP é a televisão oficial da iniciativa e Catarina Furtado e José Carlos Malato voltam a ser os embaixadores, apresentando as semifinais e a gala final.




Conteúdo Recomendado