Covid-19: Praia Fluvial de Valhelhas com capacidade para 3.500 pessoas

A praia fluvial de Valhelhas, no rio Zêzere, no concelho da Guarda, que este ano tem a lotação vigiada devido à pandemia causada pela covid-19, tem capacidade para receber 3.500 pessoas, foi hoje anunciado.

“Neste momento, temos capacidade para 3.500 pessoas, porque temos uma abrangência muito grande. Temos praia fluvial, parque de merendas, parque de campismo e um campo de jogos. Ou seja, temos terrenos para conseguir albergar as pessoas e para garantir o afastamento, para que a segurança e a própria saúde das pessoas esteja sempre precavida”, disse hoje à agência Lusa o presidente da Junta de Freguesia de Valhelhas, Hélder Saraiva.

Devido à covid-19, a Junta de Freguesia de Valhelhas, entidade responsável pela exploração e gestão do complexo, aplicou este ano algumas medidas para garantia de segurança dos utilizadores.

“Fizemos uma intervenção nas esplanadas, onde as pessoas se concentram mais, para que houvesse um maior afastamento e uma maior precaução em termos de segurança, devido à pandemia”, contou o autarca.

Segundo Hélder Saraiva, o espaço de veraneio tem condições para continuar a afirmar-se pela qualidade no panorama regional e nacional, lembrando que, em 2017, o Guia das Praias considerou a praia fluvial de Valhelhas como “a segunda melhor praia em termos nacionais”.

O autarca referiu ainda à Lusa que este ano é esperada uma grande afluência de veraneantes, pois trata-se de um local onde as pessoas “podem passar um dia agradável”.

A praia fluvial de Valhelhas, no rio Zêzere, que iniciou a época balnear na quarta-feira, foi distinguida este ano, pela 13.ª vez consecutiva, com a bandeira azul da Associação Bandeira Azul Europa (EBAE).

“[A atribuição da bandeira azul pelo 13.º ano consecutivo] é uma recompensa pelo trabalho que tem sido feito ao longo dos anos e pelas qualidades físicas e naturais que a nossa praia ostenta”, reconhece o presidente da Junta de Freguesia.

A praia fluvial também possui bandeira qualidade de ouro (atribuída pela associação Quercus) e bandeira de praia acessível, segundo Hélder Saraiva.

“Estamos a falar de uma praia fortemente galardoada e que é reconhecida a nível nacional como uma das melhores praias fluviais”, reconheceu o responsável.

No concelho da Guarda existem outras praias fluviais e espaços de veraneio em Quinta da Taberna/Videmonte, Aldeia Viçosa e Vila Cortez do Mondego/Porto da Carne (rio Mondego) e na albufeira da barragem do Caldeirão.




Conteúdo Recomendado