Covid-19: Porto Editora e LeYa com plataformas de ensino gratuitas

A LeYa abriu também o Banco Aula Digital “gratuitamente a todos os professores e alunos”. Na rede social Facebook, a Editora justifica a medida com a necessidade de controlar a pandemia de Covid-19, facilitando assim “o ensino à distância”.

Através desta plataforma é igualmente possível “atribuir tarefas, testes e quizes ou enviar recursos aos seus alunos, para que estes possam dar continuidade, rever e/ou solidificar os seus conhecimentos”.

Depois de o Governo ter anunciado o encerramento das atividades letivas presenciais temporariamente, como medida de prevenção para controlar a pandemia de Covid-19, a Porto Editora noticiou a abertura do acesso à sua plataforma de ensino à distância. Medida semelhante adotou a LeYa ainda durante a tarde de quinta-feira.


Em nota publicada nas redes sociais, a Porto Editora faz saber que, “durante esta pausa letiva forçada, os conteúdos educativos digitais da Escola Virtual estão disponíveis gratuitamente para todos os alunos e professores, do 1.º ao 12.º ano de escolaridade”.


Trata-se, com efeito, de uma plataforma que permite criar turmas, “organizar aulas, partilhar conteúdos existentes e personalizados, propor exercícios e monitorizar o trabalho dos alunos através da atribuição de tarefas”.


A Editora aproveita ainda a oportunidade para reforçar que “os tempos exigem o melhor de nós” e “juntos vamos conseguir superar as dificuldades”.




Conteúdo Recomendado