Covid-19: Foz Côa aprova pacote de 180 mil euros para apoiar economia local

A estas medidas junta-se também a isenção total da fatura de água dos meses de março, abril e maio a todos os consumidores comerciais e industriais.

O município de Vila Nova de Foz Côa aprovou ontem em reunião de câmara um conjunto de medidas num montante de 180 mil euros para apoiar a economia local em tempo de pandemia de covid-19.

“Além das medidas já implementadas pelo município anunciadas anteriormente, foi hoje aprovado em reunião de câmara um conjunto de medidas de apoio e incentivos à economia local no âmbito da Covid-19, cujo valor ascende a cerca de 180 mil euros”, indica aquele município do distrito da Guarda, nas redes sociais.

Segundo a autarquia presidida pelo social-democrata Gustavo Duarte, este apoio financeiro será distribuído pelas Juntas de Freguesia, IPSS tais como lares de idosos, centros de dia e Unidade de Cuidados Continuados de Freixo de Numão, Bombeiros Voluntários e Delegação do Côa da Cruz Vermelha, entidades que têm estado na linha da frente no combate ao novo coronavírus.

Neste pacote de medidas estão incluídas a Isenção total da fatura de água dos meses de março, abril e maio de 2020 aos consumidores domésticos que apenas apresentem consumos no 1º escalão. Isenção total da fatura de água dos meses de março, abril e maio de 2020 a todas as Instituições Públicas de Solidariedade Social (IPSS).

A estas medidas junta-se também a isenção total da fatura de água dos meses de março, abril e maio de 2020 a todos os consumidores comerciais e industriais que se encontrem encerrados ou em serviços mínimos, a requerimento destes. Haverá descontos de 30% na fatura da água dos meses de março, abril e maio de 2020 a todos os consumidores que apresentem consumos iguais ou superiores ao 2º escalão.

Outras das medidas anunciadas passa pela isenção das taxas de ocupação da via pública, tais como esplanadas, obras e exposição de material até 31 de dezembro de 2020 e a não cobrança das taxas sobre loteamentos e obras até final de 31 de dezembro.

Está igualmente garantido o não pagamento das taxas sobre feiras e mercados até 31 de dezembro de 2020 (os munícipes que tenham pago a taxa anual, podem solicitar o reembolso de 8 meses).

De acordo com os dados publicados nas redes sociais pelo município de Vila Nova de Foz Côa, aquele concelho registava até às 19:00 de hoje 92 casos positivos para covid-19 e 44 casos recuperados. Há ainda o registo de sete mortes provocadas pelo novo coronavírus.

Portugal contabiliza 948 mortos associados à covid-19 em 24.322 casos confirmados de infeção, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia divulgado hoje.

Relativamente a segunda-feira, há mais 20 mortos (+2,2%) e mais 295 casos de infeção (+1,2%).



Conteúdo Recomendado