Covid-19: Associações de Foz Côa promovem atividades destinadas as jovens com deficiência

A iniciativa vai envolver 30 jovens portadores de deficiência do Centro de Atividades Ocupacionais da Santa da Misericórdias de Vila Nova de Foz Côa.

Duas associações juvenis promovem na sexta-feira uma corrida e uma festa de espuma que vai envolver 30 jovens portadores de deficiência e que vai percorrer as ruas de Vila Nova de Foz Côa, foi hoje anunciado

A iniciativa está a cargo da Federação Nacional das Associações Juvenis (FNAJ) e a Associação Juvenil Gustavo Filipe (AJGF) e vai envolver 30 jovens portadores de deficiência do Centro de Atividades Ocupacionais da Santa da Misericórdias de Vila Nova de Foz Côa, no distrito da Guarda.

“São muitas as associações juvenis que viram os seus planos de atividades suspensos ou drasticamente alterados pelo momento pandémico em que vivemos, com perda de atividades nucleares, como é o caso do festival de Foz Côa. Ainda assim, incentivamos as associações a procurarem iniciativas que os mantenham ativos e mostrem a sua força nas coletividades. Indicou à Lusa Tiago Manuel Rego, presidente da FNAJ.

O responsável desafia a população daquele concelho do Douro Superior a abraçarem o tema da igualdade nas suas múltiplas vertentes, desde a igualdade de oportunidades, não discriminação e inclusão, onde se insere esta festividade a realizar na sexta-feira.

“No ano em que a FNAJ colocou a igualdade como mote central da sua ação, a Federação desafiou as associações juvenis a criarem ações inclusivas e que demonstrassem a resiliência da juventude aliada à sua capacidade de inovação e criatividade, superando as adversidades provocadas pela covid-19, seja qual for a sua condição”, vincou Tiago Manuel Rego.

Rui Pedro Pimenta, presidente da AJGF disse que todos os anos a AJGF promove uma série de iniciativas, desportivas, culturais, entre outras.

“O Côa Summer Fest, cancelado devido à pandemia, era o nosso maior evento e teria este ano a sua 10.ª edição, data que não poderíamos deixar passar em branco. Vamos, por isso, ter o habitual ‘warm-up’ do festival, com uma corrida (ou caminhada), que terminará numa festa de espuma, com espaço também para jogos e insufláveis, para que os participantes estejam distribuídos em diferentes zonas mantendo a distância de segurança”, asseguram os promotores do evento.

As associações juvenis aproveitam a incitava para chamar a atenção para as questões da igualdade, tema que merece sempre ser lembrado, e proporcionar àqueles jovens um dia diferente”.

Apesar dos jovens partilharem o espaço da instituição, no evento serão cumpridas todas as regras de segurança impostas pela Direção-Geral da Saúde (DGS)

A corrida, que será ao ar livre, vai decorrer em ruas fechadas para o efeito, evitando a circulação de outros transeuntes. Na festa de espuma, o grupo será dividido pelos diferentes espaços, para garantir o distanciamento, e todos vão usar máscara de proteção, que faz parte do ‘kit’ Côa Summer Fest que será distribuído por todos os participantes.

Portugal contabiliza pelo menos 1.722 mortos associados à covid-19 em 50.410 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).




Conteúdo Recomendado