Corpo de idoso foi encontrado nos escombros de casa que ardeu na Guarda

As autoridades encontraram hoje o corpo de um homem de 90 anos nos escombros da habitação que ardeu por completo na terça-feira na cidade da Guarda, disseram à agência Lusa fontes da proteção civil.

O corpo do homem foi encontrado “pelas 12:30 nos escombros do interior da habitação”, disse fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) local.

Segundo a fonte, o idoso estava a ser procurado desde o dia do incêndio, no âmbito de uma operação que envolveu elementos dos Bombeiros Voluntários da Guarda, da PSP, da GNR, da Polícia Judiciária e da proteção civil municipal.

Os meios envolvidos nas operações encontraram o corpo do idoso após terem realizado ações de limpeza do espaço e de retirada dos destroços da moradia que foi totalmente destruída pelas chamas.

“[O corpo] estava num dos compartimentos do rés-do-chão, com muitos escombros em cima”, disse à Lusa o comandante dos Bombeiros Voluntários da Guarda, Paulo Sequeira.

Na habitação residia a vítima com a esposa, de 88 anos, que foi retirada do seu interior logo que foi dado o alerta e transportada para o Hospital Sousa Martins, devido à inalação de fumo.

O incêndio deflagrou pelas 10h36 de terça-feira e foi extinto pelas 13:30.

Fontes da proteção civil referiram, na ocasião, que o fogo tinha destruído por completo a habitação de três pisos e de construção antiga, situada na Rua Dr. Francisco dos Prazeres, no centro da cidade, e desalojado um casal de idosos.

O comandante dos bombeiros da Guarda declarou naquele dia que quando os voluntários chegaram ao local, o edifício “já se encontrava praticamente todo tomado pelas chamas”, mas que, face à informação inicial de o proprietário poder estar no seu interior, “foi feita uma busca primária ao piso zero e à cave”.

Como o homem, que inicialmente as autoridades supunham estar ausente, numa propriedade agrícola, não apareceu na terça-feira, começaram as operações de remoção dos escombros na tentativa de localizarem o seu corpo no interior da habitação, o que se confirmou hoje.



Conteúdo Recomendado