Conferência sobre Carolina Beatriz Ângelo na BMEL

A iniciativa insere-se na programação da BMEL que durante os meses de setembro e outubro é dedicada à guardense Carolina Beatriz Ângelo.

A Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço (BMEL) dedica a programação dos meses de Setembro e de Outubro à guardense Carolina Beatriz Ângelo. Carolina Beatriz Ângelo nasceu na Guarda a 16 de Abril de 1878. A atividade profissional de Carolina foi conciliada com uma intervenção política e social intensa e marcante. Foi a primeira mulher a votar nas eleições para o parlamento da 1.ª República Portuguesa, em 1911, algo amplamente noticiado em Portugal e felicitado em diversos países do mundo. A BMEL preparou diversas actividades relacionadas com Carolina, entre elas a exposição de BD “Carolina Beatriz Ângelo: pioneira na cirurgia e no voto” de José Ruy que vai estar patente na Sala Tempo e Poesia de 12 Setembro a 27 de Outubro.

Hoje, dia 3, o programa da BMEL contempla a conferência “Carolina Beatriz Ângelo – a médica guardense que abraçou a utopia republicana” por Antonieta Garcia, às 18 horas. Antonieta Garcia é Doutorada em Sociologia pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Professora Associada na Universidade da Beira Interior (Aposentada) desenvolve as suas investigações no âmbito do Judaísmo e das Identidades. Publicou, entre outros, os livros: Carolina Beatriz Ângelo, Médica, Republicana, Sufragista…; Carolina Beatriz Ângelo – Guarda(dora) da Liberdade.

A programação do ciclo dedicado a Beatriz Ângelo prossegue com o espetáculo “O Republicário” pela Casa da Esquina/Ricardo Correia amanhã, dia 4, com sessões às 10h30 e 14h30, na BMEL, dirigido aos alunos do 3º CEB e secundário. “Nesta República acabadinha de inventar, contamos a história de um vendedor de enciclopédias que percorre, sentado em cima da sua bicicleta, a famosa e enferrujada Princesa, o país de lés-a-lés e que adora ouvir na rádio fado desafiado.”



Conteúdo Recomendado