Comércio a retalho teve o maior aumento da UE

O comércio a retalho subiu 0,2% em Portugal em novembro de 2014 face ao mesmo mês de 2013, enquanto na variação em cadeia, face a outubro, teve o maior aumento da UE ao subir 3%, divulgou o Eurostat.

Segundo os dados do gabinete oficial de estatísticas europeu, no penúltimo mês de 2014, o volume de vendas do comércio a retalho subiu 1,5% na zona euro e 2,6% na União Europeia (UE) face a novembro de 2013.

Já na comparação mensal, comparando novembro com outubro, o comércio a retalho aumentou 0,6% na zona euro e 0,8% na UE.

Em Portugal, na variação em cadeia, o comércio a retalho subiu 3% em novembro, depois das quedas registadas em setembro e outubro.

Portugal foi mesmo o Estado-membro cuja variação foi maior, seguido da Polónia (2,3%) e Roménia (2,1%), enquanto as principais baixas foram registadas na Finlândia (-2%), Áustria (-0,5%) e Bélgica (-0,2%).

Já na variação homóloga, o comércio a retalho em Portugal aumentou uns ligeiros 0,2% em novembro, significando neste caso uma desaceleração face aos valores que vinham sendo registados.

Na comparação entre novembro de 2014 e o mesmo mês de 2013, as mais fortes altas nas vendas do comércio a retalho aconteceram no Luxemburgo (10,9%), Estónia (9,0%), Roménia (8,2%) e Reino Unido (6,8%), enquanto as maiores baixas forma observadas na Finlândia (-2,4%) e Áustria (-2,3%).




Conteúdo Recomendado