Cientistas alertam para uma crise “intransponível” de água em 2040

Um novo estudo alerta que, em menos de três décadas, o planeta vai enfrentar uma grande crise de água caso a maneira como a electricidade é gerada (maioritariamente a partir da energia hídrica) não seja alterada.

À medida que a população aumenta também aumenta o consumo de água e a utilização de energia. A menos que comecem a ser utilizadas outras fontes alternativas para produzir electricidade até 2030, as necessidades de água podem aumentar para um ponto onde exista uma falha entre a procura e os recursos de água disponíveis, o que conduzirá a uma crise de água global. Segundo o estudo elaborado pela CNA Corporation, a procura de água aumentou seis vezes e a população apenas três vezes mais ao longo do último século. Se a tendência continuar, haverá uma falha de 40% entre a procura e os recursos existentes. A lei básica da procura e da oferta dita que quando a procura excede a oferta aumenta o preço do produto. Contudo, com um recurso como a água, a lei da procura e da oferta não pode funcionar desta forma. Apesar de muita da água utilizada para gerar energia ser devolvida ao ambiente, alguma perde-se durante o processo ou fica contaminada, refere o Inhabitat. Com o aumento da procura por parte das populações é evidente que a água se vai tornar num bem cada vez mais precioso, que não nos podemos dar ao luxo de desperdiçar.




Conteúdo Recomendado