Ciclo “12 em Rede” leva animação às aldeias históricas de junho a novembro

Trata-se de uma iniciativa que “celebra e promove o património cultural material e imaterial das Aldeias Históricas de Portugal, através de uma programação cultural genuinamente diferenciadora.

As Aldeias Históricas vão ter animação entre junho e novembro, no âmbito da quinta edição do ciclo “12 em Rede – Aldeias em Festa”, promovido pela Associação de Desenvolvimento Turístico Aldeias Históricas de Portugal.

Segundo a associação, este ano, as doze Aldeias Históricas de Portugal voltam a receber “uma dúzia de eventos que estão a ser preparados para a participação presencial de público, ainda que mantendo a aposta no ‘live streaming’, que se revelou um sucesso em 2020”.

“Entre junho e novembro, a cultura, a gastronomia, as tradições, os costumes, o património, as lendas e os mitos de cada uma das 12 aldeias que integram a rede, voltam a ser o mote para mais uma edição – a quinta! – do Ciclo ‘12 em Rede – Aldeias em Festa’”, refere a fonte em comunicado enviado à agência Lusa.

De acordo com a organização, trata-se de uma iniciativa que “celebra e promove o património cultural material e imaterial das Aldeias Históricas de Portugal, através de uma programação cultural genuinamente diferenciadora, assente em animações diversas, como visitas teatralizadas, ‘workshops’, novo circo, música e, claro, na gastronomia”.

O ciclo de 2021 começa no dia 05 de junho, em Trancoso (Guarda), e termina a 06 de novembro, em Monsanto (Castelo Branco).

Tal como nas edições anteriores, no ponto de partida de cada evento “estará sempre algo que pertence à memória coletiva de cada aldeia, como uma personagem, uma lenda ou um conto tradicional, um acontecimento histórico ou um elemento patrimonial”, é anunciado.

A Associação de Desenvolvimento Turístico Aldeias Históricas de Portugal refere tratar-se de uma iniciativa que, tendo em conta a conjuntura, “também constitui uma excelente oportunidade para ajudar à recuperação e dinamização económica do território, uma vez que será realizada com ‘portas’ abertas ao público, se as regras de desconfinamento assim o permitirem, mas nunca descurando a segurança sanitária e a aplicação das medidas que, na altura, estiverem em vigor”.

“No entanto, independentemente da abertura do Ciclo ‘12 em Rede – Aldeias em Festa’ ao público presencial, os eventos voltarão a beneficiar de cobertura ‘live streaming’. Uma aposta de enorme sucesso em 2020, como confirmam os números: quase meio milhão de pessoas alcançadas em 14 países e quase 82.000 minutos de visualizações”,lê-se.

O “12 em Rede – Aldeias em Festa” começa em Trancoso (05 de junho), seguindo-se Castelo Novo (19), Castelo Mendo (26), Sortelha (03 de julho), Belmonte (10), Almeida (17), Linhares da Beira (31), Castelo Rodrigo (28 de agosto), Marialva (18 de setembro), Piódão (25), Idanha-a-Velha (30 de outubro) e Monsanto (06 de novembro).

Por ser organizado de acordo com os requisitos internacionais de sustentabilidade, o ciclo será, pelo terceiro ano consecutivo, o único ciclo de eventos em rede, a nível mundial, com certificação BIOSPHERE© Events, remata a organização.



Conteúdo Recomendado