Cheque por ir para o Interior? Os municípios (e freguesias) abrangidos

O Governo anunciou, na segunda-feira, que vai dar um incentivo de até 4.827 euros a trabalhadores que decidam mudar-se para o Interior do país.

O Governo anunciou, na segunda-feira, o lançamento de um incentivo para os trabalhadores que decidam ir para o Interior do país. O apoio pode ascender aos 4.827 euros e deverá estar disponível ainda no primeiro trimestre deste ano, adiantou fonte do Ministério do Trabalho e da Segurança Social ao Notícias ao Minuto.


Sobre os municípios e freguesias abrangidos por este programa, ou seja, para onde um cidadão pode ir trabalhar e candidatar-se a este apoio, tratam-se dos identificados como região do Interior pelo Programa Nacional para a Coesão Territorial, confirmou a mesma fonte – pode ver, em detalhe, no mapa em baixo ou AQUI.


As candidaturas ao apoio financeiro estarão disponíveis para os cidadãos que celebrem um contrato de trabalho num dos municípios ou freguesias identificados. A portaria que estabelece os contornos do programa, sublinhe-se, está em fase de elaboração.


Os trabalhadores que decidam mudar-se para o Interior vão obter um apoio inicial que começa nos 2.632,86 euros por candidato, podendo atingir os 4.827 euros com a comparticipação para o transporte de bens e a majoração para os elementos do agregado familiar.


Esta iniciativa “tem como objetivo apoiar e incentivar a mobilidade geográfica de trabalhadores para os territórios do Interior”, de acordo com um comunicado do gabinete da ministra Ana Mendes Godinho, ao qual o Notícias ao Minuto teve acesso.



Conteúdo Recomendado