Catedral de Idanha-a-Velha acolhe encontro de AgriCultura

O encontro “AgriCultura – Poesia e Música para Sementes” é um evento que alia a música, à poesia, à agricultura e às sementes.

De 4 a 6 de outubro, a Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha recebe o encontro inédito “AgriCultura – Poesia e Música para Sementes”, que constitui uma celebração física e espiritual da sementeira e da colheita, da alimentação e da nutrição, refere nota informativa da organização.

O programa inclui palestras, concertos, workshops sobre o tema da agricultura e alia a música, à poesia, à alimentação saudável e à sustentabilidade, através de atividades que têm lugar na Sé Catedral de Idanha-a-Velha, no Posto de Turismo e no Páteo dos Sabores e Mercado de Artesanato.

O evento cultural inicia amanhã, sexta-feira, e conta com a presença de poetas portugueses como Adalberto Alves e Maria Azenha, a poeta italiana Roberta Dapunt, o ecologista e escritor Joaquín Araújo, a artista e ‘food activist’ Tainá Guedes e o escritor Paulo Condessa.

Do programa para esta sexta-feira, destaca-se a performance de poesia e percussão por Adalberto Alves & Baltazar Molina, a ter lugar na Sé-Catedral de Idanha-a-Velha, às 16 horas. A partir das 21h30, haverá um concerto de música celta e irlandesa dos Beltane.

No sábado, às 11 horas e às 15 horas, Paula Varandas realiza ateliês para crianças e famílias no Posto de Turismo de Idanha-a-Velha, onde se combinam sons, cores, palavras e sementes. Pelas 18 horas, haverá um workshop de voz na Sé-Catedral, orientado por Sérgio Peixoto e Filipe Faria.  A cumprir 20 anos de existência, o grupo Sete Lágrimas atua na Sé-Catedral pelas 21h30.

No último dia do evento, domingo, dia 6, Lina Gameiro e Tó Rascão (voz, adufe e viola beiroa), protagonizam o primeiro momento musical do dia, na Sé-Catedral de Idanha-a-Velha, às 11 horas. De seguida, Baltazar Molina encerra o evento com uma performance de percussão.

A iniciativa “AgriCultura – Poesia e Música para Sementes” integra o Projeto “Cinco: Cinco Municípios. Cinco Culturas. Cinco Sentidos – Programação Cultural em Rede”, cofinanciado pelo Centro2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do FEDER (Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional).

Para consultar o programa detalhado, aqui.




Conteúdo Recomendado