Caminhada dos 50 Anos da Liga Portuguesa Contra o Cancro na região

Almeida, Guarda, Pinhel, Manteigas, Sabugal, Fornos de Algodres, Seia e Foz Côa, entre outros, associam-se a esta caminhada que decorre no domingo, dia 27, às 9 horas.

No próximo dia 27 de maio, domingo, às 9 horas, terá lugar a Caminhada dos 50 Anos do Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro, que integram 78 municípios da região centro que vão caminhar, simultaneamente, em defesa da luta contra o cancro, sob o mote “O que nos liga”. Almeida, Guarda, Pinhel, Manteigas, Sabugal, Fornos de Algodres, Seia e Vila Nova de Foz Côa são alguns dos municípios que apoiam esta caminhada solidária.

Na Guarda, a iniciativa tem partida marcada da Alameda de Santo André.

Em Pinhel, a concentração está prevista para junto ao Tribunal.

A caminhada de Manteigas percorre a Rota do Sol, num trilho de 4 quilómetros, que tem como início e fim o Jardim do Valazedo, em frente ao Posto de Turismo de Manteigas.

Em Seia, o ponto de concentração é no Largo da Câmara Municipal.

A caminhada no Sabugal tem início na sede do Grupo de Voluntariado Comunitário do Sabugal (Rua Dr. João Lopes – junto à ADES e à Academia de Música).

Em Fornos de Algodres o ponto de encontro é nos Paços do Concelho, na Câmara Municipal.
Em Almeida, à frente ao edifício da Câmara Municipal.

Em cada município, a Liga prevê que serão percorridos cinco quilómetros, ou mais, nalguns casos.

A participação está associada a uma inscrição no valor de cinco euros que confere o acesso a um kit de caminhada (c/ t-shirt exclusiva do evento).

A iniciativa pretende entrar no Guinness – World Records, como a maior mobilização comunitária na luta contra o cancro, envolvendo as populações de 78 comunidades, em torno desta causa, que irão agir em simultâneo nos vários concelhos da região.

“O evento inédito, pela sua ampliação a todos os concelhos da região Centro”, deverá reunir milhares de participantes, incluindo “figuras públicas de várias áreas da sociedade portuguesa”, salienta a nota do Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

A angariação de fundos desse dia “permitirá apoiar o doente oncológico e seus familiares, bem como a investigação científica, na área do diagnóstico, tratamento e prevenção do cancro”, conclui.




Conteúdo Recomendado