Brasil investe 8 mil milhões de euros no Rio antes dos Jogos Olímpicos

As entidades envolvidas na organização dos Jogos Olímpicos de 2016 vão investir 24 mil milhões de reais (cerca de 8 mil milhões de euros) na melhoria de infraestruturas para uma melhor mobilidade e em diversos projetos de sustentabilidade no Rio de Janeiro.

No decurso da apresentação do “Plano de Políticas Públicas” para os Jogos Olímpicos, os representantes dos diversos organismos referiram que o objetivo consiste em criar “um legado” que permaneça na cidade brasileira após o final do evento desportivo.

Cerca de 43% do montante anunciado é da responsabilidade do setor privado, e 57% dos cofres do Estado.

A câmara do Rio de Janeiro investirá 14,3 milhões de reais (4,3 milhões de euros), o governo do Estado do Rio de Janeiro 2,8 milhões de euros e o executivo federal 36 milhões de euros.

Entre os projetos inclui-se a construção de uma nova linha de metro, sistemas de corredores exclusivos para autocarros, a renovação das áreas portuárias e nos trajetos de transportes públicos.

Para melhorar o meio ambiente, foi anunciado um projeto de limpeza da Baía de Guanabara, onde vão decorrer as competições de vela, e o saneamento de diversas áreas particularmente afetadas pela ausência de infraestruturas.

Ao justificar o projeto, o presidente da câmara do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, afirmou que os Jogos Olímpicos são uma oportunidade de “resolver alguns problemas que a cidade enfrenta há 450 anos”, como as frequentes inundações da praça da Bandeira.



Conteúdo Recomendado