Autarcas do PSD promovem Academia do Poder Local e Congresso na Guarda em fevereiro

A cidade da Guarda vai acolher no primeiro fim de semana de fevereiro a IV Academia do Poder Local dos Autarcas Social-Democratas (ASD) e o VIII Congresso Nacional dos ASD, foi anunciado esta quinta-feira.

O anúncio foi feito pelo presidente dos ASD, Álvaro Amaro, segundo o qual, a edição deste ano da Academia do Poder Local, organizada em colaboração com o PSD, vai decorrer de 02 a 04 de fevereiro, e o Congresso Nacional dos ASD no último dia dos trabalhos.

Segundo Álvaro Amaro, a Academia do Poder Local relativa ao ano de 2017 foi adiada para fevereiro de 2018 devido à realização das eleições autárquicas no dia 01 de outubro, pois a iniciativa costuma acontecer em novembro.

O responsável disse na conferência de imprensa de apresentação do programa que a iniciativa, destinada a autarcas em exercício de funções e a candidatos a autarcas, é “uma verdadeira escola do poder local”, reafirmando que ficará satisfeito se “for o embrião de uma futura Universidade de Inverno”.

Para o líder dos ASD e presidente da Câmara Municipal da Guarda, a Academia do Poder Local é “uma aposta ganha, porque debate-se e aprende-se em prol de maior conhecimento e experiência para elevar o nível de conhecimento dos que têm ou pretendem vir a ter um papel no poder local ao serviço as populações”.

O presidente dos ASD adiantou que a iniciativa deverá contar com 70 participantes, que devem efetuar a sua inscrição até ao dia 15 de janeiro.

A sessão de abertura dos trabalhos está agendada para as 20h00 do dia 02 de fevereiro, uma sexta-feira, com a participação de Matos Rosa, secretário-geral do PSD.

Durante a IV Academia do Poder Local serão abordados temas como “A formação de territórios inovadores para a competitividade de Portugal” (pelo antigo ministro Daniel Bessa), “Descentralizar para promover um Portugal mais equilibrado” (Arlindo Cunha, antigo ministro), “Coesão e solidariedade – O papel da sociedade civil?” (Teresa Patrício Gouveia, antiga ministra) e “O mercado de trabalho num contexto de fortes transformações tecnológicas” (Carlos Silva, secretário-geral da UGT).

A iniciativa tem a sessão de encerramento marcada para as 13h00 do dia 04 de fevereiro, um domingo, seguindo-se, pelas 15h00, a abertura do VIII Congresso Nacional dos ASD.

Segundo Álvaro Amaro, o congresso irá definir a estratégia para o mandato e eleger os novos órgãos nacionais da estrutura representativa dos autarcas eleitos pelo PSD.

O novo presidente do PSD estará no encerramento do congresso, previsto para as 18h30, disse.

 




Conteúdo Recomendado