Operação Ano Novo leva GNR para as estradas até segunda-feira

http://imagens4.publico.pt

GNR lembra que a condução sob a influência de álcool, o excesso de velocidade e o uso indevido do telemóvel no exercício da condução, constituem três das principais causas de vítimas nas estradas portuguesas.

A partir de amanhã, a Guarda Nacional Republicana (GNR) intensifica o patrulhamento e a fiscalização rodoviária nos itinerários de e para locais associados às festividades do Ano Novo, bem como à presença física nesses locais.

O objetivo, refere em comunicado, é reforçar a segurança e prevenir a ocorrência de acidentes rodoviários.

Os militares destacados estarão especialmente atentos à falta de habilitação legal para conduzir, à condução sob a influência do álcool e de substâncias psicotrópicas, excesso de velocidade, incorreta ou não utilização do cinto de segurança e sistemas de retenção para crianças e à indevida utilização do telemóvel durante a condução.

A operação de Ano Novo acontece até ao dia 2 de janeiro.




Conteúdo Recomendado