Deputados do PS defendem instalação de serviço de radioterapia na Guarda

http://www.elevogroup.com/pt/portfolio/hospital-sousa-martins/

Os deputados do PS eleitos pela Guarda anunciaram hoje que questionaram o Governo sobre a possibilidade de aquela cidade acolher o novo serviço de radioterapia que vai abranger os distritos de Castelo Branco, Guarda e Viseu.

No requerimento enviado ao ministro da Saúde, através da Assembleia da República, os deputados Santinho Pacheco e Maria Antónia de Almeida Santos referem que “a localização que coloca mais doentes à distância de menos de uma hora de percurso é, sem dúvida, o Hospital Sousa Martins, da Guarda”.

“Se os estudos levados a cabo pelo Ministério da Saúde concluem pela necessidade de dotar os distritos de Castelo Branco, Guarda e Viseu com a valência de radioterapia, não há dúvidas que o centro dessa região da Beira é a cidade da Guarda, onde se cruzam a A23 [autoestrada de ligação Guarda – Torres Novas] e a A25 [Aveiro – Vilar Formoso], as vias estruturantes do tráfego rodoviário regional e as linhas do caminho-de-ferro da Beira Alta e da Beira Baixa”, sustentam.

Para os dois eleitos do PS, “só a localização na Guarda desse serviço corresponde a um dos pressupostos essenciais para a comodidade dos doentes, as deslocações não serem superiores a uma hora de automóvel ou ambulância”.

Na opinião de Santinho Pacheco e de Maria Antónia de Almeida Santos, “salvo zonas periféricas mais a sul do distrito de Castelo Branco, porventura mais interessadas em drenar para Coimbra ou a zona poente do distrito de Viseu, também já direcionadas e mais perto de Coimbra ou Porto, a localização que coloca mais doentes à distância de menos de uma hora de percurso é, sem dúvida, o Hospital Sousa Martins, da Guarda”.

“Não optar pela Guarda é colocar, deliberadamente, mais de 50% da população a mais de duas horas de viagem e é uma decisão política que não respeita os interesses dos mais fracos e esquece os condicionalismos da geografia, com a Serra da Estrela como barreira natural”, alegam os dois deputados do PS eleitos pelo distrito da Guarda.

Assim, os deputados perguntam se “vai o Governo analisar os estudos sobre a criação de um serviço de radioterapia numa perspetiva regional e não meramente local, cobrindo toda a Beira Interior e o conjunto das sub-regiões envolvidas?”.

“Para quando a criação do serviço de radioterapia tão necessário para os doentes de uma região com um nível etário tão elevado e que tem a Guarda como centralidade natural?” é outra das questões colocadas ao ministro da Saúde.



Conteúdo Recomendado