Álvaro Amaro paga 40 mil euros de caução no “Rota Final” e toma posse terça-feira

Álvaro Amaro fica ainda proibido de contactar com os outros arguidos do caso “Rota Final”.

O antigo presidente da Câmara da Guarda Álvaro Amaro saiu, esta segunda-feira, do tribunal de Viseu, onde foi ouvido desde manhã no âmbito do caso “Rota Final”, com termo de identidade e residência e obrigado ao pagamento de uma caução de 40 mil euros.

Álvaro Amaro fica ainda proibido de contactar com os outros arguidos do caso “Rota Final”, decidiu o juiz.

Ao JN, o advogado Castanheira Neves revelou que Álvaro Amaro vai amanhã tomar posse como eurodeputado, mas que não vai gozar de imunidade parlamentar.

As autoridades constituíram cinco arguidos no âmbito da operação “Rota Final”, entre eles o antigo presidente da Câmara Municipal da Guarda Álvaro Amaro, recém-eleito eurodeputado.

A Procuradoria-Geral Distrital de Coimbra informou que quatro pessoas, entre ex-autarcas, funcionários de autarquias e de uma empresa de transportes, tinham sido constituídas arguidas neste inquérito, que investiga um alegado esquema fraudulento de viciação de procedimentos de contratação pública.

Os ex-presidentes das câmaras de Lamego e de Armamar (Francisco Lopes e Hernâni Almeida, respetivamente), um funcionário da câmara de Lamego e um administrador do Grupo Transdev são os outros quatro arguidos.

Entre as 18 câmaras municipais alvo de buscas encontram-se nove governadas pelo PSD: Almeida, Armamar, Braga, Fundão, Guarda, Oleiros, Sertã, Pinhel e Tarouca.

Sete municípios têm presidência socialista: Belmonte, Barcelos, Cinfães, Lamego, Moimenta da Beira, Oliveira de Azeméis e Soure.

A Câmara de Oliveira do Bairro é dirigida por um autarca do CDS-PP e a de Águeda por um eleito de um movimento independente.
Na Câmara da Guarda, o vice-presidente do PSD Álvaro Amaro renunciou ao mandato para ser deputado ao Parlamento Europeu, na sequência das eleições de 26 de maio último, deixando a presidir o município o seu antigo vice-presidente.




Conteúdo Recomendado